No mundo pós-pandemia, todos os setores da economia precisam se reinventar. Afinal, com a necessidade de realizar o distanciamento social, os negócios ficaram impedidos de operar como antes. Por isso, soluções modernas são indispensáveis para encarar o retorno das atividades. 

Segundo Oséias Gomes, CEO da Odonto Excellence, nunca foi tão necessário revisar os modelos de gestão e ter coragem para implantar mudanças capazes de  determinar diretamente a sobrevivência ou não de um empreendimento. Por conta desse cenário, o executivo revela quatro dicas pela retomada saudável. Confira:

Administre facilidades

Elemento universal do sucesso da empresa. Funciona em qualquer tempo e mercado, mas pode ser ainda mais valorizado durante uma recessão. Uma boa gestão de facilidades - feita com sabedoria e inteligência - fará a instituição crescer exponencialmente, além de gerar mais competitividade para vencer a crise.  

Preze pela inovação

Para uma empresa não perder a relevância e continuar agregando valor no mercado, a inovação é sempre um diferencial competitivo e não deve ser pensada de maneira desordenada. É preciso pensar na inovação de três formas: 

  • Tecnologia Acoplada: quando é possível inserir novas funcionalidades em seus oferecimentos; 
  • Tecnologia de Serviços: para facilitar a interação entre o cliente e os serviços e produtos ofertados; 
  • Tecnologia de Impulsionamento: com foco em potencializar o contato entre o seu negócio e seus clientes de maneira exponencial.

 Pense na gestão

"Qual coisa fazer", "onde fazer" e "como fazer" são as premissas de todo gerenciamento eficiente. Ou seja, é preciso adotar estratégias externas e internas minuciosamente testadas e comprovadas, além de expor com clareza a visão de futuro e sua relação com os papéis esperados de cada membro da equipe. A administração deve ser capaz de promover uma visão 360 graus do negócio, incluindo processos, qualidade, ambiente, controle, igualdade e responsabilidade.

Colaboradores engajados

Os recursos humanos são o maior valor em uma corporação. De acordo com Oséias Gomes,  em qualquer momento da organização, as pessoas são os elementos vitais, seja para manter o crescimento ou superar adversidades. "Além de tudo, os bons negócios precisam de engajamento completo no seu projeto por parte dos colaboradores”, finaliza.

Gestão e empatia

Para garantir bons resultados, as mudanças no mercado também exigem formas modernas de gerenciamento. Elas devem ser capazes de motivar seus times, mesmo para quem permanecerá atuando a distância. É preciso ainda manter canais de comunicação ativos e transparentes, assumir a fragilidade do momento e, principalmente, confiar e prezar por suas equipes.

O maior desafio é conseguir motivar os times, ainda mais em um momento tão delicado para a sociedade em geral. Por isso, os diretores devem ter consciência da importância de exercerem seu papel com empatia. Trata-se da capacidade de se colocar no lugar do outro, de respeitar e entender os sentimentos e a percepção. Bem como, entender a singularidade dos seres humanos, com suas peculiaridades, individualidades, fragilidades e potencialidades. Logo, o conhecimento das forças e fraquezas dos colaboradores revela a necessidade de conhecer melhor as pessoas para compreendê-las em sua totalidade e não apenas suas habilidades profissionais.

Inovação, oferta de facilidades, gestão eficiente e foco nos colaboradores são premissas fundamentais na atual realidade! Quais são suas estratégias para a retomada?

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe