A geração dos millennials é a primeira a atingir a maioridade no século XXI. Esse grupo já é - e ainda será - uma força econômica fundamental para as próximas décadas. Segundo a Gallup, ela já é a maior parcela de profissionais dos Estados Unidos, representando 73 milhões de pessoas. Para surpresa de muitos baby boomers, prevê-se para 2025, a presença deles como 75% da força de trabalho global. No Brasil, não seria diferente, seja na posição de jovem aprendiz, estágio, funcionário efetivo, líder ou empreendedor.

Tecnologia é sua marca registrada

Para Ari Liskjack, CEO iSource Marketing, esse recorte da população teve os primeiros contatos com a era digital desde muito cedo. “São bem reconhecidos por rejeitar estilos de vida tradicionais, como casamento e família. Em comparação com outras, tendem a se emancipar das ocupações mais rapidamente”, explica. 

Ainda de acordo com ele, as pessoas dentro desse recorte são comunicadoras, multitarefas, inconformistas e valorizam o tempo livre. “Desejam viver em um contexto melhor e seus padrões de consumo são fortemente impactados pela tecnologia. A grande maioria deles, sem dúvida, possui um smartphone, por meio do qual realiza grande parte de suas atividades, como  comprar, aprender, trabalhar e interagir com o mundo”, conta. 

Isso impacta diretamente na interação com as companhias. Para se ter uma ideia, Carla Moreira, estudante de comunicação social, confessa buscar sempre vivências satisfatórias nas plataformas por onde consome produtos e serviços. “Eu não saio de casa para quase nada e, pela web, não é difícil encontrar sites com uma jornada e navegação mais satisfatória em comparação com outros”, conta. 

Sendo assim, Liskjack ainda destaca a importância de discutir, a partir desses preceitos, sobre como o setor Business to Business (B2B) pode incorporar elementos de design funcional em suas estratégias de marketing  digital para engajar esse público-alvo. Afinal, de acordo com a organização B2B International, 73% dos indivíduos empregados já têm um papel ativo na aquisição de produtos ou serviços da contratante.

Uma geração desafiadora gera impasses para as empresas

Como resultado, o CEO destaca as seis tendências de design visual poderosas para uma companhia atrair os olhares da juventude cada vez mais exigente. Veja:

  1. Design semi-plano

Além das informações planas, é interessante combinar sombras e gradientes nos vetores, adicionando profundidade sem sacrificar as qualidades minimalistas.

  1. 3D

Sem dúvida, o 3D tem sido uma das ferramentas mais inovadoras nesse campo nos últimos anos. Com a rápida evolução do software de modelagem, há mais possibilidades de criar texturas e formas incrivelmente realistas.

  1. Gradientes

O Instagram é pioneiro nesse ponto há alguns anos. Criar um logotipo usando gradientes era inimaginável nos dias de papel e impressão, mas eles estão crescendo no cenário digital. Hoje, essa abordagem é frequentemente incluída no branding de grandes corporações.

Indicação: o Security Assessment On-line, uma landing page de autoavaliação de nível de segurança para empresas, visa mostrar as soluções responsáveis por melhor atender as necessidades do cliente.

  1. Cinemagrafia

Criada em 2017, a cinemagrafia combina imagens estáticas e em movimento, permitindo mais realismo. Dessa forma, é proporcionada uma sensação única, a qual não se obtém com uma simples imagem.

Outro exemplo de cinemagraphs é da página de destino da NetGear com seu parceiro MegaPixel, mostrando como os switches ProAV ajudam a fornecer gráficos de alta qualidade em telas Full HD em espaços sofisticados.

  1. Cores

Os azuis calmos se destacam, transmitindo paz e tranquilidade. Em um mundo caótico como o nosso, os tons de terra criam uma conexão mental com o ambiente e geram emoções agradáveis. Tons cítricos estão associados ao frescor e otimismo, enquanto o contraste do preto e branco se destaca mais em relação ao estilo saturado de tons marcantes do mercado.

  1. Retrofuturismo

O estilo popular em 2021 foi criado na década de 1980, quando muitos imaginaram vários elementos do futuro e foi muito usado, daí a nomenclatura. Ainda menciona o retrô para reconhecer o passado. É reconhecido pelo uso de formas geométricas e cores neon. A seção sobre visuais discutida, quando aplicada corretamente, tornará seu plano de negócios bem-sucedido na geração exigente. 

Um dos aspectos  mais levados em conta é a experiência com a marca. “Eles são duas vezes mais propensos a abandonar uma corporação para sempre se não gostarem”, destaca Liskjack. Quando se trata de conteúdo publicitário, é preciso cautela. “No entanto, eles confiam nas criações de outros usuários. O lugar favorito para consumi-lo é nas redes sociais”, conclui. 

Tem interesse em marketing? Então veja estas dicas!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe