O mercado está sempre em constante mudança e é sempre possível observar algumas tendências de aprendizado e desenvolvimento a prevalecer ainda em 2022. Ficar atento às previsões é essencial para utilizar as melhores ferramentas e práticas ao treinar estagiários, aprendizes, funcionários efetivos ou líderes. Entenda!

Gabriela Amaral, estudante de publicidade e propaganda estagia em uma agência onde são aplicados mini cursos relacionados à sua atuação. “É um momento legal de conexão com o resto do time e me ajuda a não ficar defasada em relação à comunicação, pois estamos em constantes inovações”. 

Já Matheus Silva, estudante de administração, também teve a experiência de receber certificados do RH da empresa onde estagiou em campos como comunicação e atendimento ao cliente. “É muito comum ver pessoas associando habilidades profissionais com talento nato, mas não vejo dessa forma. A gente precisa sempre se atualizar, conhecer novas formas de fazer as coisas. Criatividade é essencial”. 

Pensando nisso, a Niduu elencou seis tendências de aprendizado corporativo. Veja: 

1 - Avaliação eficiente de habilidades

Nunca foi tão importante avaliar as habilidades técnicas e comportamentais dos colaboradores. Essa análise é fundamental para determinar quais são as lacunas de conhecimento dos membros da equipe e implementar aprendizados específicos para supri-las.

Atualmente, existem diversas maneiras de avaliar as capacidades dos talentos. Essas técnicas e métodos se mostram cada vez mais presentes nas organizações. São elas:

  • Pesquisas internas: demonstram indicadores importantes para medir o desempenho dos indivíduos e os seus conhecimentos em relação às atividades do cargo;
  • Feedbacks: a cultura da devolutiva é importante em uma companhia para ouvir as necessidades dos indivíduos e suas dificuldades, tornando possível conhecer diretamente quais são as características mais carentes de aprimoramento;
  • Métodos: o modelo de Kirkpatrick, o de Phillips ROI e o de avaliação somativa e formativa são maneiras bastante eficientes para ponderar os resultados dos profissionais e determinar quais são suas lacunas.

2 - Treinamento e desenvolvimento para retenção de talentos

Descobriu-se como indivíduos recém-contratados permanecem mais tempo em organizações nas quais há investimentos em sua formação. Portanto, essa passa a ser uma das principais demandas para este ano na retenção de pessoal.

Inclusive, vale ressaltar como todo o processo de integração de novos contratados é fundamental para bons resultados no negócio, especialmente quando tratamos de quem está no início da carreira. A Bamboo HR também elaborou uma pesquisa na qual são  elencados dados relevantes sobre esse processo:

  • Alguém bem incorporado torna-se 18% mais comprometido com as metas e objetivos da marca;
  • Uma acolhida eficiente com aprendizado faz 91% dos talentos tornarem-se mais propensos a se sentirem parte do coletivo e se conectarem aos demais colegas;
  • 89% dos colaboradores, os quais vivenciaram uma integração consistente, seguem alinhados à cultura do negócio.

3 - Aprendizado aplicado no fluxo de trabalho

As lições e capacitações aplicadas no fluxo de labor também tornam-se relevantes daqui para frente, com o intuito de fixar o conhecimento e tornar os resultados da instituição mais eficientes na economia por meio da prática dos colaboradores. Sendo assim, os treinamentos podem ser realizados de maneira remota e, ao mesmo tempo, aplicados nas atividades do cargo para se adquirir experiência. 

Essa é uma abordagem conhecida como blended learning e, como aponta o Times Higher Education World University Ranking, este é o “novo normal”.

4 - Experiências personalizáveis

A personalização se torna uma tendência ainda mais forte para o próximo ano porque por meio de suas soluções de gamificação e microlearning, todos têm a possibilidade de se especializarem ainda mais. Ambas as soluções permitem o T&D ser customizado de acordo com suas necessidades. Por exemplo:

  • Se os grupos apresentam uma lacuna específica em técnicas de vendas, um projeto será elaborado especialmente para isso;
  • Se há uma motivação extrínseca, as premiações e recompensas da gamificação serão pensadas de acordo com suas preferências pessoais, geralmente sendo levantadas por meio de um teste comportamental.

As experiências aqui também são as responsáveis por engajar os indivíduos na iniciativa e agregar melhores resultados para a organização, pois conseguem reter melhor a sabedoria adquirida.

5 - Ferramentas impulsionam o aproveitamento

Como estamos cada vez mais no digital, é inevitável incorporar ferramentas como parte das principais ações ligadas a esse assunto hoje e amanhã. Algumas já bastante conhecidas para estimular a interação e troca de informações entre os indivíduos são aquelas destinadas para a comunicação remota, como Skype e Google Meet.

6 - Crescimento do mercado de T&D

O mercado desse ramo continua crescendo, principalmente em 2022, afinal, as capacitações remotas representam grandes benefícios para as organizações: 

  • São mais econômicas se comparadas aos treinamentos tradicionais, tornando-se possível economizar até 50% com capacitações a distância, como aponta a eLearning Industry;
  • Consome 90% menos energia do que treinamentos tradicionais, também reduzindo a emissão de CO² em até 85% por talento participante da capacitação, segundo a Open University da Grã-Bretanha;
  • Aumenta a produtividade dos colaboradores em até 50%, segundo a International Business Machines Corporation (IBM).

As principais relevâncias nesse tópico mostram como haverá um bom investimento em melhorias relacionadas aos processos e ferramentas de treinamento corporativo. Por isso, é imperativo não ficar de fora desses investimentos, apostar no capital humano do seu empreendimento e atingir melhores resultados no mercado. 

Bons times começam com uma seleção assertiva. Contrate com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe