A primeira oportunidade profissional é um passo muito importante na vida de muitos jovens brasileiros. Existem algumas maneiras de ingressar no mercado de trabalho. Partir diretamente para uma vaga de funcionário efetivo não é a maneira mais indicada, principalmente se forem consideradas as exigências das corporações para quem ocupa essa posição. Justamente por isso, iniciativas como o estágio podem auxiliar quem mais precisa de uma chance de desenvolvimento na carreira. 

Quem pode estagiar?

A modalidade é voltada para quem estuda, ou seja, se você tiver ao menos 16 anos e estiver matriculado, além de frequentar o ensino médio, técnico ou superior, poderá ser contratado nessa modalidade. Quem está nos dois últimos anos do nível fundamental pela Educação de Jovens e Adultos, o EJA, também pode concorrer a essa colocação. 

O objetivo da prática é, segundo a Lei 11.788/2008, a aplicação dos conteúdos vistos em sala de aula na prática empresarial. Afinal, esse tipo de admissão é definido como um “ato educativo”. A partir disso, tanto o conhecimento teórico é exercitado, quanto a obtenção da tão sonhada experiência também é obtida. As chances de efetivação ficam entre 40% e 60%, oferecendo, portanto, o pontapé inicial para muitos conseguirem um emprego. 

Quais são os benefícios?

Na contratação não-obrigatória, são garantidos os benefícios de bolsa auxílio, auxílio transporte, recesso remunerado, seguro contra acidentes pessoais e uma carga reduzida de, no máximo, seis horas diárias e 30h semanais. O tempo máximo de contrato em uma mesma organização é de até dois anos. Saiba mais sobre a legislação e as regras aqui.  

Ana Veríssimo, estagiária de pedagogia, conta como tem aprimorado habilidades na prática, as quais são essenciais para sua área de atuação. “Uma coisa é estudar sobre como ensinar crianças. Outra completamente diferente é aplicar esses preceitos no dia a dia”, compartilha a universitária. 

O contato com colegas também favorece a troca de pontos de vista e sabedoria. “Cada um tem sua própria bagagem e isso facilita muito a aprendizagem, porque contamos nossas histórias e criamos aprendizados a partir daí de maneira unida. É uma vivência maravilhosa”, conta.  

O currículo é essencial

Para aproveitar todas essas vantagens e se destacar nos processos seletivos, é preciso tomar alguns cuidados e seguir certas dicas para não perder a vaga para alguém mais qualificado. Nesse sentido, o currículo é o pontapé inicial para aqueles em busca desse primeiro passo rumo ao sucesso.  

Destacar as qualidades e conhecimentos pode ser um diferencial, pois nem sempre os mais novos possuem experiência desejada no mercado. Segundo Gustavo Oliveira, coordenador do curso de administração de empresas da Faculdade Santa Marcelina, para se ter êxito no desenvolvimento das ações diante do recrutador, as informações do CV devem ser sucintas.

Algumas delas são essenciais e indispensáveis, como o fornecimento de dados pessoais, os objetivos buscados com a vaga, a formação,  cursos e a experiência ou atividades de engajamento. “Além disso, outras recomendações como a compatibilidade das vivências de acordo com o perfil da chance de evitar erros e gafes comuns são desejáveis, pois desmotivam e desviam a atenção dos responsáveis pelos processos”. 

O especialista faz algumas recomendações para quem está em busca da tão sonhada contratação. Veja:

  • Sites para construção de rede profissional 

 

Na realidade atual, um dos canais com mais possibilidades de interação é a Internet. Entretanto, os candidatos não estão impedidos de se apresentarem por meio de sites pessoais para divulgar seus conhecimentos, vivências acadêmicas e corporativas, além do portfólio, mesmo ele sendo breve e recentemente construído. 

Uma das principais forças é o candidato valer-se de seus relacionamentos e de suas redes sociais, como por exemplo o Linkedln. Essa é uma plataforma voltada para quem deseja ampliar o networking e gerar valor com vistas ao mercado e nicho no qual deseja atuar. Outras iniciativas também são apreciadas, como projetos e trabalhos voluntários. 

O Nube oferece o serviço de busca e encaminhamento de vagas gratuitamente. Basta se cadastrar em nube.com.br/estudante/cadastro e, a partir daí, montar os filtros para as colocações adequadas às suas capacitações e desejos. Vale destacar como, principalmente depois da pandemia, boa parte das corporações têm montado times de maneira remota. Ou seja, mesmo quem está na Bahia pode ser admitido para atuar por uma marca com sede no Mato Grosso, por exemplo. A possibilidade de home office também oferece mais autonomia de horário para conciliar as tarefas da faculdade ou escola com o estágio. 

 

Além de redigir uma carta de apresentação, outra sugestão é se preparar bem para a entrevista, pois as atitudes devem ser sempre condizentes com a cultura institucional. Para isso, é essencial valer-se de vestimentas adequadas, exercendo seu compromisso e apresentando-se de maneira pontual. 

Não obstante, a atenção ao comportamento deve se fazer presente na seleção, daí recomenda-se adotar uma postura capaz de atender aos interesses. Destacadas pelo especialista, estão pontos como: investir em qualificação, demonstrar a participação em outros projetos, chegar preparado para o momento da entrevista e controlar a ansiedade para demonstrar cortesia e educação, além de equilíbrio e inteligência emocional.  

 

  • Dicas de como se sair bem
  1. Como orientações para se dar bem, ainda mais se tratando da primeira colocação, é preciso conhecer bem a área na qual se pretende atuar, inclusive quanto aos nichos, demandas técnicas, requisitos essenciais e possibilidades de crescimento, inclusive na instituição de interesse. 
  2. Em segundo lugar, é vital alinhar as atividades a serem executadas aos seus propósitos, pois há necessidade de identificação, aliada aos seus interesses e reais condições de aproveitamento. Nesse quesito, o aconselhamento por pessoas mais experientes e a mentoria ajudam. 
  3. Por último, fazer do estudo e da capacitação um hábito para conseguir evoluir e progredir com conhecimento técnico. Outro ponto a se considerar é dar ênfase à língua estrangeira, em especial o idioma inglês, como ferramenta usual do trabalho, assim como a tecnologia. Isso porque muitos recrutamentos se utilizam de fases virtuais eliminatórias e, com a ajuda da inteligência artificial, buscar o melhor perfil ao cargo e função ofertados. 

Recomenda-se, por fim, ao candidato estar frequentemente atualizado dos últimos assuntos do seu ramo, participar de eventos e realizar atividades propostas pelas instituições de ensino, no sentido de fortalecer a aprendizagem, pois estes são também meios efetivos para a conquista da oportunidade. 

Como conseguir estágio pelo Nube?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe