A comunicação entre gestores e colaboradores enfrentou desafios com as mudanças para o trabalho remoto e o feedback se tornou indispensável para o bom andamento dos negócios. Contudo, muitas pessoas não sabem recebê-lo. Por isso, fica o alerta: estagiários e aprendizes aprendam a lidar com as “críticas” e apontamentos dos seus supervisores.

Analise as situações

Esse tipo de situação refere-se a uma análise ou avaliação de algo ou alguém. “Embora na filosofia o termo não tivesse na sua origem a ideia de algo necessariamente negativo, a palavra adquiriu esta conotação e sempre se considera algo desaprovado”, diz a psicóloga e fundadora da Clínica Ame.C, Monica Machado.

Todavia, para ela, esses apontamentos podem ser eficientes ferramentas de crescimento e aprendizagem. “Geralmente, eles apontam comportamentos, atitudes e pensamentos a serem mudados. Além disso, transformam a maneira de lidar com problemas e dificuldades, gerando melhores resultados no âmbito pessoal ou profissional”, explica.

Contudo, e quando a opinião é agressiva? “Esse parecer costuma ter afirmações negativas com o intuito de julgar, ressaltar defeitos ou até diminuir uma pessoa”, exemplifica a psicóloga. Por isso, ela elencou algumas dicas para ouvir esses comentários e não se desestabilizar emocionalmente. Veja:

Reflita antes de responder - se o indivíduo, independentemente das intenções, estiver correto, concorde com ele, mas pontue como poderia ter sido mais sutil em sua fala. “Caso não haja fundamento, rebata com uma bobagem qualquer. Em ambos os casos, o sujeito será pego de surpresa e a vergonha será dele. Posteriormente, aproveite para repensar em suas qualidades, seus comportamentos e identificar os aperfeiçoamentos. Isso é sempre uma oportunidade de auto avaliação”, analisa Monica.

Maturidade emocional - o entendimento dessas discordâncias também depende da maturidade emocional do receptor. É preciso filtrar as conjunturas, analisar e saber separar os tópicos produtivos para modificar sua forma de ser. “Quem tem baixa tolerância à frustração, tende a tomar a observação do outro como pejorativa e simplesmente contrapô-la integralmente. O sentimento predominante, nesse caso, é o de rejeição”, expõe a especialista.

Para ela, diante disso, é aconselhável buscar ajuda psicoterápica, pois o autoconhecimento nos leva a lidar melhor com isso. “Afinal, teremos de enfrentar esses pareceres a vida toda”, conclui a fundadora da Clínica Ame.C.

Segundo levantamento do LinkedIn nos Estados Unidos, o reconhecimento contribui para uma atitude mais positiva no dia a dia de trabalho (58%), trabalhem melhor (45%) e até mesmo permaneçam por mais tempo na organização (32%). “A gratulação caminha ao lado do feedback. Sendo assim, deve-se considerar: quando trata-se de um ponto a ser melhorado, o ideal é acontecer de forma privada. Já no caso de um elogio, por exemplo, pode acontecer publicamente, pois isso eleva a autoestima e estimula outros colaboradores a seguirem com boas práticas e comportamentos”, finaliza a head de customer success da Qulture Rocks, Giulia Andreotti.

Pensando nisso, conforme o estudo Benchmark da Employee Experience, 77% das empresas estão desenvolvendo estratégias para se consolidarem como marcas empregadoras fortes. Entre as ações para fortalecer a experiência de trabalho está o investimento em apoio psicológico e financeiro, flexibilização dos horários e a adoção do home office.

Portanto, pensar em Employee Experience vai além de trazer puffs amarelos, colocar mesas de jogos dentro dos estabelecimentos comerciais. É urgente a preparação dos líderes quanto aos diálogos sobre plano de carreira e desenvolvimento. Afinal, essa é uma ocasião importante e pode frustrar, principalmente, quem está entrando agora no mercado como os estagiários e aprendizes.

Continue acompanhando nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e contamos com a participação de diferentes especialistas. Assim, você destaca sua empresa em meio ao mundo corporativo. Assista também a matéria do programa “Conexão Ilimitada” da TV Nube: importância do RH mais humanizado na crise. Conte com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe