O atual momento levantou diversas discussões sobre felicidade,e realização pessoal e profissional, especialmente diante das incertezas sobre o amanhã. Muitas coisas não voltarão a ser como antes e, talvez para muitos, encontrar uma nova forma de produzir, seja uma oportunidade. Dessa maneira, a ideia de empreendedorismo pode ser uma alternativa.

Para o advogado, Kadú Pimentel, todo momento é oportuno para começar um novo negócio, no entanto, em uma situação de crise econômica as pessoas precisam buscar outras possibilidades. “Empreender agora em um segmento não diretamente impactado pela crise e com chances de atração pode ser excelente", explica.  

Segundo Pimentel, o atual cenário exige compaixão, um olhar humano, de doação, amor e compreensão do desafio. Porém, o especialista ressalta: é preciso atitude. "Reinvenção e posterior ação, pois ficar parado não vai ajudar. Sem dúvidas faz-se necessária uma adaptação. Um negócio hoje em dia precisa ser flexível. Um exemplo tradicional é o varejista sem um canal de vendas on-line, um restaurante sem a estrutura de delivery ou uma empresa sem a opção do home office a seus funcionários. Esses, ou ficaram pelo caminho, ou precisaram correr contra o tempo e se adaptar diante do novo cenário", explica.   

Para ele, todo empreendedor precisa superar muitos desafios. “Não há tempo a perder. Você pode começar mesmo sem capital, busque sócios, investidores ou crédito bancário", comenta. A história de Pimentel, por exemplo, não surgiu apenas com vitórias. Descobriu sua verdadeira vocação e quando questionado se voltaria atrás a resposta é:  "jamais! Empreender é minha vida, faz meu coração bater mais forte, me sinto útil para o mundo e tenho o poder de realização e grandes conquistas, mas também sou constantemente desafiado a evoluir. Possibilitou explorar todo o meu potencial e descobrir meu verdadeiro valor", conta.   

Exemplo de quem começou cedo

Apesar da diferença de idade, Pietra Lafemina, sentiu as mesmas motivações de Pimentel. Impulsionada pelo desejo de fazer faculdade de moda, com apenas 16 anos, resolveu testar na prática os seus conhecimentos sobre a área. Há pouco mais de três meses, ainda no segundo ano do ensino médio, desenvolveu uma loja virtual de roupas, Use.pl, no Instagram. Por meio de estratégias de marketing e para alcançar seu público-alvo, a jovem já vende vestimentas para todo país.

Pietra relata como surgiu a ideia: “ano passado eu comecei a me interessar mais pelo segmento de moda e sempre tive curiosidade de saber como funcionava e então comecei a procurar mais sobre. Assistia vários vídeos e pensei na possibilidade de criar a lojinha, mas guardei a ideia para mim. Conversei com meus pais e eles me apoiaram muito e eu comecei a correr atrás”, conta Pietra.

Pimentel destaca como o desafio para quem está começando é compreender e mudar a mentalidade, além de simplesmente abrir um negócio. "Por exemplo, um novo empreendedor desenvolverá um alto nível de equilíbrio emocional, precisará respeitar o longo prazo, tornar-se um solucionador de problemas e não só reclamar. Vai precisar abolir a vitimização e a preguiça da sua vida. Trabalhar muito mais, entre tantas outras imprescindíveis decisões e evoluções", aconselha.   

Além disso, o líder apresenta três dicas para quem deseja iniciar essa empreitada.   

Identificação

Tudo começa com o processo de se identificar com as atividades nas quais pretende empreender. “Só ir em busca de dinheiro pode ser útil no curto prazo, mas não sustentará seu negócio no longo prazo porque a tendência é você perder o ritmo e o prazer por aquilo”, sugere. 

Estude

O especialista destaca a importância de estudar profundamente o segmento no qual pretende entrar. “Entenda o mercado, analise a concorrência e faça um plano de negócios. Se preciso, contrate uma consultoria”, comenta. 

Teste

Pimentel ressalta como o mercado é mutável e desafiador: “coloque em prática para saber se vai funcionar. Seu produto ou serviço precisa ser bom e realmente agregar valor ao consumidor, sempre haverá uma demanda para ser atendida”, finaliza. 

Você tem vontade de abrir seu próprio negócio? Conte com o Nube para mais dicas e orientações. Leia também: “empreendedor: parcerias público-privadas na infraestrutura.”

 

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe