Em meio à preparação para as provas, vestibulares e o Enem (Exame Nacional do Ensino), os estudantes já começam a imaginar quais conteúdos podem ser tema da tão temida redação. Contudo, dominar o assunto central do texto não é a solução para uma escrita perfeita. Além de treinar a matemática, física, química e outras disciplinas, é essencial estar atento à linguagem e seus detalhes.

De acordo com o professor de Língua Portuguesa do Colégio Positivo Master, Claudinei Fernando Lichoveski, alguns equívocos são previsíveis e acontecem de forma frequente. “A desatenção em relação à acentuação provoca problemas como a grafia de palavras inexistentes. Já nos sinais de pontuação, nenhum é tão utilizado e, ao mesmo tempo, responsável por tantos erros quanto à vírgula”, explica.

Para ajudar na hora de produzir um texto, o professor dá algumas dicas:

1. Não confunda “mas” com “mais”: enquanto um é sinônimo de “porém”, o outro se refere à adição. Atenção para não trocar os termos.

2. As terminações “eia” e “oia” não recebem acento: o último Acordo Ortográfico fez algumas mudanças. Palavras como: paranoia, Coreia, assembleia, joia, ideia etc, não possuem a acentuação.

3. Isso ou isto?: o primeiro é utilizado para retomar algo já dito e o segundo para antecipar uma informação.

4. Há ou a?: essa é uma dúvida recorrente, mas para facilitar, lembre-se: um tem origem no verbo haver e indica o tempo passado ou sinônimo de existir, já o outro se refere ao tempo futuro. Por exemplo: “há dez dias” e “daqui a cinco minutos”.

5. A vírgula: não exagere, use apenas quando realmente for necessário. Além disso, jamais separe o sujeito do seu verbo, fique atento!

Para ter um desempenho satisfatório, é essencial ter muito estudo e dedicação, principalmente em relação a essas regras. Fernanda Pradella, recém-formada em relações internacionais em Brasília fez isso. Enquanto aguardava para prestar o Enem, realizou testes e conseguiu se preparar melhor. “Fazer anotações e ler textos foram essenciais. Na faculdade, também agia dessa maneira e isso me ajudou a não acumular matérias e ir bem nos anos de graduação”, conta.

Gostou das dicas? Todo cuidado é pouco e pode fazer uma grande diferença no resultado final. Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe