A sinergia e a motivação entre equipes são um dos maiores desafios de qualquer corporação. Com a chegada da pandemia, isso ficou ainda mais evidente. Afinal, conciliar estagiários, aprendizes e efetivos, on-line e off-line, em um sistema híbrido, também se tornou um obstáculo. Essa realidade trouxe diversas ferramentas, mas também apresentou questionamentos.

A falta de interação pode impactar o negócio 

Conforme uma pesquisa realizada pela consultoria Gallup, 147% dos trabalhadores mais engajados apresentam melhor desempenho. Além de contribuírem para o crescimento do negócio e a satisfação do cliente, geram um elevação de 20% no volume de vendas. “O aumento do ritmo econômico mundial reflete em todas as empresas. Por conta disso, também sobe a pressão sobre todos os envolvidos. Para alguns, é motivação, para outros, razão de desânimo e estresse”, evidencia a Take 5 em seu e-book gratuito “Como engajar seus colaboradores”. 

Segundo Christopher Spikes, fundador e CEO da Authen, “esse tipo de dificuldade não é sentida apenas pelo empreendedores, mas também por gestores e colaboradores, especialmente quando a empresa cresce e passa a introduzir pessoas, com novos cargos e especializações, vindas de diversos lugares e com culturas diferentes”, afirma. Para Spikes, existem alguns requisitos para atingir esse objetivo. Confira:

- Missão, visão e valores:

“Tudo começa com essas definições”, destaca o CEO. Elas delimitam a identidade e o propósito da marca. Sem elas, o planejamento estratégico tende a falhar. Afinal, é necessário entender todas as nuances para conseguir guiar decisões e atingir os resultados previstos. Além disso, é fundamental estabelecer esses pilares antes de direcionar ações, pois deixa claro o caminho a ser seguido por todos os funcionários, trazendo uma nova ótica para as contratações. 

“Para quem nunca fez esse exercício, isso pode parecer algo genérico e raso. Nós investimos dezenas de horas, envolvendo múltiplos stakeholders, para desenhar algo profundo e realmente guiar nossas decisões e comportamentos”, comenta Spikes. Se você está ingressando em uma companhia, busque entender esses pilares, converse com seus colegas e veja o quanto cada ponto é levado a sério. Inclusive, isso já entra no próximo tópico. 

- Conheça seus colegas:

De acordo com uma pesquisa do Instituto Gallup, é fundamental ter um melhor amigo no ambiente corporativo. Nesse sentido, Spikes apresenta um cenário: imagine uma entrevista marcada para você. Por sorte, você conhece um grande amigo do entrevistador e já se dispõe a interrogar tudo sobre os gostos empresariais, estilo de trabalho e de comunicação dele. 

“Porém, a minha pergunta agora é: por que você não aplica esse tratamento aos seus colegas? Você tem duas opções bem simples: encarar o relacionamento com outros colaboradores como um dever e não ter resultados tão bons quanto espera, ou passar a tratar as relações com essa mesma importância”, evidencia Spikes. É fundamental estar atento à como você se comporta no escritório. “Lembre-se: eles são responsáveis por uma grande parte do seu sucesso e, por isso, recomendo procurar conhecê-los, para encontrar a melhor maneira de lidar”, finaliza o fundador da Authen. 

Por fim, vale ressaltar: encontrar os motivos para estar ligado à instituição, fazer amigos e desenvolver o senso de pertencimento também proporcionam engajamento. É essencial desenvolver uma cultura mais próxima de quem trabalha com você. Continue acompanhando o nosso blog e redes sociais, para ter acesso à diversas dicas corporativas, com opiniões de inúmeros especialistas. Não se esqueça: conte sempre com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe