O fim de ano costuma ser uma época agitada. Isso porque as empresas estão deixando as demandas em ordem para entrar de recesso, as escolas acabando o período letivo e os estagiários e aprendizes finalizando seus contratos e outros iniciando. Sendo assim, um misto de emoções nem sempre positivas fazem parte dessa fase. Então, continue lendo e entenda melhor sobre o assunto.

Você já ouviu falar na” Síndrome do Fim de Ano”?

Dias de descanso entre o Natal e ano novo podem ser repletos de alegrias e reencontros, mas também eventos estressantes e desafiadores, você sabia? “É difícil quantificar o aumento nos casos de depressão e ansiedade devido à falta de dados específicos. Contudo, esse fenômeno já é conhecido como “Síndrome do Fim de Ano”, um termo associado a esses problemas os quais, comprovadamente, já acontecem com maior frequência durante o final de novembro até o último dia de dezembro”, explica a diretora de comunicação da HSPW, Glenda Kozlowski.

De acordo com ela, a maioria das pessoas passa por situações complicadas quase sempre em silêncio. “As consequências são indivíduos mais nervosos, cansados, inquietos e até mesmo com dores constantes. Pareceu familiar? Por isso, é preciso aprender a respeitar os próprios limites. Sem medos, inseguranças ou culpa”, diz a especialista.

A Covid-19 intensificou os problemas psicossomáticos, já latentes no mundo moderno. Segundo pesquisa do Instituto Ipsos, cerca de 45% da população de 30 países teve piora leve ou intensa nas condições de saúde após a pandemia. Assim, o Brasil é o quinto país com pior índice chegando a 53% de sujeitos nessas condições.

“A gente tinha um tabu antes do Coronavírus para falar sobre distúrbios mentais. Não à toa, muitas empresas liberaram assistência psicológica integral aos colaboradores. Afinal, esse é o mal do século, é o legado desse caos”, analisa a jornalista e sócia-diretora da In Press Oficina, Patrícia Marins.

Como as empresas podem ajudar?

Com a experiência de quem atua de perto com essas questões no ambiente corporativo, a superintendente de gente e gestão da Norte Energia, Isabel Lêla, ressalta a importância de ouvir as dores dos contratados e dar o suporte não apenas para eles e os familiares. Isso porque as pessoas próximas são diretamente afetadas.

Nesse sentido, o ato de escutar é fundamental, conforme Isabel. “Quando a companhia tem esse cuidado com o time, existe muita chance de sucesso. Logo, em primeiro lugar está o ouvir, em segundo, comunicar e colocar à disposição programas para deixar os funcionários mais leve”, comenta.

Embora essa abordagem seja ainda uma dificuldade, cada vez mais os gestores devem atentar-se para a potencialidade de conhecer em profundidade os dados sobre o bem-estar intelectual. Dessa forma, é possível obter ganhos tanto na qualidade de vida dos contratados, quanto financeiros, seja por meio de predição, análises de propensões ou de informações históricas. Ou seja, quando os elementos relevantes sobre vitalidade são coletados e consolidados pode-se utilizar isso estrategicamente, a favor dos seres humanos e da organização.

Continue acompanhando nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e contamos com a participação de diferentes especialistas. Veja também a matéria do programa “Conexão Ilimitada” da TV Nube: a saúde mental no pós pandemia. Conte com o Nube!                    

Sua empresa tem se preocupado com o seu bem-estar intelectual? O que você tem feito para seu cuidar?   

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe