A pandemia e as novas gerações vêm trazendo transformações no mercado de trabalho. Dessa forma, para atrair talentos, as empresas precisam se reinventar e se adequar às novidades. Antigos conceitos, benefícios, modelos de atuação e métodos para recrutamento, ficaram para trás. Sendo assim, é preciso entender como tudo isso funciona nos dias atuais.

O mercado de trabalho

Quais características fazem os candidatos se interessarem por determinada companhia? Como é a melhor forma de conquistá-los? As respostas passam por proporcionar aos colaboradores um sentimento de pertencimento, por meio da criação de liberdades capazes de fazê-los acreditarem na corporação. Para isso, as regras devem ser claras e bem divulgadas.

Entre os incentivos cada vez mais comuns estão os chamados “a longo prazo” ou “por ações”. A ideia é atrair, mas, principalmente, reter talentos. No passado, se tratava de algo normalmente fornecido aos diretores e alta cúpula, mas vem sendo estendido aos empregados “chave” e cruciais na operação do negócio, independentemente da hierarquia.

“O objetivo é reter os atuais empregados. É muito utilizado em momentos específicos, quando a atividade daquele funcionário é fundamental e costuma vir atrelado a um fomento cultural interno de valorização”, comenta o mestre em direito do trabalho, Luiz Eduardo Amaral de Mendonça.

Dessa maneira, o membro se sente respeitado e vislumbra a possibilidade de crescer na carreira. Contudo, outros aspectos vêm ganhando importância para os candidatos. A opção de trabalho remoto ou híbrido, a autonomia e oportunidade de ser ouvido em questões relevantes e a diversidade na equipe, são algumas características bastante procuradas pelos jovens.

A retenção de talentos

Diversos fatores podem causar a saída de alguém do emprego. É possível perder talentos por conta de salários pouco competitivos, rotina estressante, ambientes sem perspectiva de crescimento, lideranças pouco empáticas, entre outras possibilidades. Agora, na retomada, as pessoas estão com outra visão sobre felicidade e isso deve ser observado com atenção.

Todos esses fatores podem ser evitados com uma cultura organizacional forte, sólida e diversa. Ela é a maior influência sobre como as coisas acontecem no ambiente, portanto pode ser uma ferramenta poderosa para a retenção do time. Com essa aplicação, cria-se uma relação duradoura e evita-se o turnover.

Segundo pesquisa feita pela IWG, ao ser oferecida uma mesma posição em diferentes locais, a maior parte dos entrevistados aceita a vaga onde existe um conceito mais flexível e não o melhor salário. “Dinheiro já não é tudo na hora de alguém escolher onde prefere atuar. O desejo é por bem-estar no local onde passará o seu dia”, explica o diretor de crescimento da Dialog.ci, Gabriel Kessler.

Esse equilíbrio entre satisfação profissional e cuidado com a saúde da mente será fundamental daqui para a frente. Por isso, será necessário exercer na prática o discurso de inclusão, todos terem voz e uma boa comunicação interna. Esses fundamentos, quando realizados de maneira correta, criam um vínculo mais profundo entre os membros.

“Essas atitudes tornam o empreendimento único. A maneira como o time se porta, se veste, a formação hierárquica das equipes, uma relação transparente, os processos e a flexibilidade oferecida. Tudo isso gera uma combinação de fatores especial e exclusiva”, complementa Kessler.

Se o indivíduo gosta dessa fusão, se sente parte dela e se identifica com a forma como as coisas são feitas, é criada uma sensação de pertencimento e lealdade. Isso dificilmente ele encontrará em outro local.

Esses elementos são levados em consideração na hora de tomar a decisão de abandonar o cargo. Quando as raízes são vigorosas, existem muitos motivos para não partir para uma aventura e abrir mão do grupo. Tudo isso não tem preço e o dinheiro não compra.

Portanto, aplique essas medidas no seu negócio e tenha sempre o time mais forte ao seu lado. Para te ajudar a captar as melhores jóias espalhadas pelo Brasil, conte com o Nube! Será um prazer te ajudar nessa missão.

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe