Os anos de 2020 e 2021 foram difíceis para toda a população. Para os empreendedores, foi um desafio enorme, pois precisaram enfrentar o fechamento temporário de seus negócios. De acordo com um estudo da consultoria britânica Oxford Economics, empresas de países emergentes, como o Brasil, tiveram aumento nas dívidas entre 10% e 20% durante a pandemia. Tirá-las do vermelho é uma dificuldade para boa parte dos executivos.

Como recuperar as finanças da empresa?

Para o CEO da Sapri Consultoria, Cláudio Lasso, o primeiro passo para recuperar a saúde financeira da corporação é dimensionar o saldo negativo antes de tomar qualquer atitude. "Além da conta bancária, é preciso analisar as movimentações do caixa, previsões de recebimentos futuros e o orçamento. Só assim o gestor terá um cenário real e poderá elaborar um plano de ação eficiente".

Segundo o contador, antes de buscar um empréstimo é necessário realizar essa análise inicial. Após isso, classificar quais medidas devem ser tomadas em caráter de urgência para o problema financeiro não se tornar ainda maior. Por isso, ele elencou algumas dicas:

Controle o fluxo de caixa:

A administração do fluxo de caixa permite uma avaliação de seus recebimentos e pagamentos e um planejamento futuro para seu empreendimento. Por meio desse controle, você tem condições de saber em qual período o saldo é negativo e quando ele reduz ou aumenta. Com essas informações, é possível negociar prazos com credores e até estabelecer datas para saldar seu déficit em parcelas. Dessa forma, é mais fácil avaliar o melhor momento para agir.

Preserve o capital de giro:

Se mesmo devendo a sua companhia ainda conta com um capital de giro, é fundamental rever a sua administração e preservar esse recurso. Ele possibilita o pagamento das tarifas em um curto prazo, além de equilibrar o ativo e passivo do projeto.

Separe as contas pessoais das finanças da empresa:

Esse é um problema frequente, especialmente na realidade das micro e pequenas empresas. Quando não existe essa separação, impossibilita redimensionar as contas corporativas, pois não possui uma real noção das retiradas mensais. Para resolver a questão, sem diminuir a retirada da instituição, muitos acabam subindo os valores e as margens dos produtos e serviços. No entanto, como isso é feito sem o incremento da qualidade, em geral, causa uma queda ainda maior nas vendas, aumentando o prejuízo.

É fundamental a separação da parte pessoal dos sócios. Esses, por sua vez, devem pagar suas despesas de acordo com um pró labore. O saldo precisa refletir as movimentações necessárias à sustentabilidade da organização. Caso contrário, a estrutura acaba sendo comprometida pela falta de visão dos donos.

Analise as movimentações do seu negócio:

Quando a entrada de recursos diminui, é preciso avaliar o motivo. Alguns fatores como um novo concorrente no mercado, queda dos preços e até a qualidade do seu trabalho devem ser levados em consideração. Após essa checagem, pode estabelecer medidas visando aumentar o faturamento. Dependendo da razão, que tal investir em marketing ou ações promocionais? Esse tipo de ação acaba cobrindo o saldo negativo. O esforço deve estar focado justamente nesse ponto. Uma boa gestão financeira impacta diretamente no sucesso.

Negocie suas dívidas:

Em um momento de dificuldade, deve-se evitar ter seu nome inscrito nos órgãos de proteção ao crédito. Isso pode comprometer a sua confiabilidade e bloquear oportunidades futuras. Diante disso, o melhor a fazer é manter uma postura proativa, entrando em contato com os credores e estabelecendo prazos e condições para o pagamento dos valores em aberto. Dessa forma, consegue um fôlego maior para levantar sua entidade.

Portanto, apesar dos obstáculos dos últimos meses, o mercado vem se recuperando. Siga esses passos e não desista. Com responsabilidade, planejamento e muito suor, tudo voltará a ser como antes. Ou até melhor, quem sabe?

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe