Nesta época de distanciamento social é necessário ter atenção como a rotina domiciliar. Afinal, a postura física para fazer home office, os sons em excesso e outros fatores podem ser prejudiciais à saúde. Por isso, confira algumas dicas a fim de se manter saudável.

Barulho excessivo

Um ponto de atenção é com o barulho. É o volume alto da TV e do aparelho de som, o rádio ligado na cozinha, o liquidificador, o secador de cabelos, o aspirador de pó… se forem ligados ao mesmo tempo, é ainda pior. Sem falar nos brinquedos sonoros da criançada. Eles podem emitir ondas sonoras acima do limite permitido por lei, de 85 decibéis. 

"Os ruídos estão por toda parte e podem causar prejuízos à audição em quem convive no ambiente, em grau maior ou menor, dependendo da disposição genética de cada um. Os pais precisam estar atentos e proteger também seus filhos do excesso", alerta Marcella Vidal, fonoaudióloga da Telex Soluções Auditivas, sediada no Rio de Janeiro (RJ).

Essa pode ser também a causa mais provável do zumbido. Muitos pacientes com esse problema também têm complicações auditivas. Portanto, é preciso adotar a cultura da prevenção, respeitando os limites de decibéis recomendados pelos especialistas, dentro de casa. A exposição contínua a ruídos superiores a 50 decibéis pode causar perda progressiva da capacidade de ouvir. 

"Infelizmente, é comum a pessoa só procurar tratamento quando o caso já está mais grave. Qualquer dano vai se somando ao longo do tempo e os efeitos podem não ser sentidos de imediato. A exposição frequente ao barulho pode levar, com o tempo, à perda permanente e irreversível da audição", enfatiza a especialista. 

Automassagem contra dores e stress

A adaptação brusca para trabalhar em casa é um agravante para a saúde física. “Dores nas costas, nos músculos e na cabeça são alguns dos problemas surgidos durante a quarentena”, afirma o fisioterapeuta Bernardo Sampaio, diretor clínico do ITC Vertebral, unidade de Guarulhos (SP).

Diante disso, a auto massagem acaba sendo uma excelente alternativa.  Segundo o especialista, fazer a atividade nos momentos de tensão irá promover o alívio dores, estresse e ansiedade. “A ação pode ser realizada em qualquer momento e lugar, sendo principalmente recomendada para quem passa muito tempo sentado ou constantemente em situações estressantes”, resume Sampaio. Ele separou algumas técnicas, veja:

Para os pés

Com o polegar, massageie profundamente a sola dos pés, fazendo pequenos círculos no sentido horário. Depois, segure o dedão entre os dedos e faça o mesmo movimento, começando pela base e apertando levemente a ponta. Realize o mesmo procedimento nos outros quatro dedos dos pés. Você pode fazer isso de 3 a 5 minutos.

Para o rosto

Antes de começar, esfregue as mãos a fim de aquecê-las e depois coloque as palmas na testa, alisando-a para fora, uma mão após a outra. Com os polegares, sinta as cavidades do osso da testa e pressione suavemente. Depois, com dois dedos massageie as asas do nariz de cima para baixo. Primeiro com os dois dedos embaixo do nariz, pressionando com os dois dedos do meio na cavidade entre o lábio inferior e o queixo. Esse gesto relaxa as mandíbulas, muitas vezes tensionadas pelo estresse.

Para o pescoço e ombros

Comece relaxando o lado mais tenso. Segure totalmente o músculo do ombro e aperte-o algumas vezes com a palma da mão, deslocando a pressão da base do pescoço para a articulação do ombro. Depois repita novamente no outro ombro. Pode-se também levar as duas mãos atrás do pescoço fazendo movimentos como se estivesse esfregando algo, para frente e para trás.

Para dores nas costas

Em uma cadeira com os pés apoiados no chão, endireite as costas. Após isso, coloque os polegares em cada lado do sacro, o osso na parte inferior da coluna. Mova os dedos em pequenos movimentos circulares, subindo e descendo e então aplique pressão nos pontos mais tensos. Pause e solte. Continue conforme necessário e lembre-se de respirar profundamente enquanto realiza a massagem.

Para aliviar o estresse

Comece massageando lentamente o couro cabeludo, com movimentos para frente, para trás e para os lados. Após isso, massageie o rosto, fazendo uma série de pequenos círculos com os polegares. Dê uma atenção especial às têmporas, testa e aos músculos da mandíbula. Utilize os dedos do meio para massagear a ponta do nariz, passando pelas sobrancelhas até chegar às têmporas. Por fim, feche os olhos e coloque as mãos sobre o rosto, inspire e expire tranquilamente por um curto período de tempo.

Para dor de cabeça

Comece massageando as têmporas com os dedos ou as palmas das mãos, fazendo movimentos circulares no sentido anti-horário. Depois coloque os polegares na base do crânio, atrás das orelhas e pressione toda a crista óssea até o centro. Por fim, incline a cabeça para frente, apoie-a com uma mão na testa, o cotovelo sendo colocado sobre uma mesa. Com a outra mão, pressione com suavemente a parte de trás do seu pescoço.

O fisioterapeuta alerta: a automassagem é apropriada apenas se a pessoa estiver com dores leves. “Cuidar de si mesmo deve ser uma das nossas principais preocupações durante esse período de confinamento, mas se as dores forem intensas ou contínuas o mais indicado é consultar um especialista via telemedicina e ver qual o melhor método a ser tomado”, finaliza.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe