Imagine o seguinte cenário: você vai fazer uma entrevista para uma vaga em uma companhia multinacional, a qual tem como ponto forte sua linguagem mais inovadora e moderna, quebrando tradições. Nesse sentido, uma das questões mais frisadas pela empresa é a liberdade para cada colaborador vestir-se do modo como deseja, estimulando a criatividade. Entretanto, você aparece para o processo seletivo com traje social completo, enquanto os outros concorrentes estão em roupas mais despojadas. Como você acredita ser a primeira impressão causada nos selecionadores? Entenda a importância de sua postura no contexto profissional!

Imagem e marketing pessoal

Para a consultora Claudia Morais, de São Paulo, um dos aspectos avaliados em seleções em qualquer organização é a imagem transmitida por um candidato por meio de suas vestimentas e seus comportamentos. “Esse é o primeiro contato do recrutador com você, logo, ele vai querer analisar seu posicionamento perante as situações e interações para entender melhor qual é o seu perfil”, comenta.

Hábitos versus conhecimentos

Hoje, fala-se muito sobre as soft skills, as habilidades comportamentais em contraposição com as hard skills, capacidades técnicas, adquiridas em cursos, faculdade e etc. “Atualmente, é defendido amplamente o equilíbrio entre esses dois conceitos para ter um bom desempenho no mercado”, comenta.

Para entender como a juventude pensa sobre isso, o Nube fez uma pesquisa e perguntou: “o comportamento pode pesar mais que o desempenho?”. Com a participação de mais de 26 mil jovens, a resposta com maior destaque (72% dos votos) foi “ambos são importantes”. Logo, se policiar e ficar antenado a essa questão é uma necessidade, principalmente para quem ingressa agora no universo empresarial.

Tendência mundial

Além disso, de acordo com um estudo promovido pelo Linkedin, o Global Talent Trends 2019, 92% dos participantes deram maior importância para os costumes e habilidades sociais em relação aos domínios teóricos e, embora seja uma questão primordial para o ambiente corporativo, muitos acabam não se atentando e cometendo deslizes. “Os chefes contratam pelas competências e demitem pelo comportamento”, diz a especialista.

Dentre as características destacadas no levantamento como as mais procuradas, estão:

I. Colaboração
II. Criatividade
III. Persuasão
IV. Adaptabilidade
V. Gestão do tempo

Para a estudante de administração pela Unip, Larissa Tavares, de Brasília, se adequar à cultura dos seus companheiros foi um desafio no estágio. “Quando você nunca trabalhou ou estagiou, é difícil entender a linguagem adotada pela contratante. Porém, é uma questão de tempo, porque logo você começa a se adaptar”, conta.

Dessa maneira, ficar ligado nesse tema é fundamental. Como dica final, Claudia diz: “quando você for participar de uma seleção, estude sobre a companhia, saiba sua missão, visão e principais concorrentes. Isso te dará um norte para se posicionar com mais precisão”, conclui.

Conte sempre com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe