Grandes empresas estão com seus programas de estágio e/ou trainee abertos. Em geral, a seleção para conquistar essas vagas é repleta de fases classificatórias. Tudo começa pela montagem do currículo, o qual deve conter informações chave para passar pela peneira dos recrutadores.

Realizar uma entrevista de emprego não é tarefa fácil. O nervosismo costuma atrapalhar o desempenho do entrevistado, fazendo ele se esquecer de informações essenciais ou se enrolar para falar. Dessa maneira, é preciso se preparar com antecedência.

Também é fundamental saber como se portar, se dirigir ao entrevistador e, principalmente, conseguir “vender seu peixe” sem parecer forçado. Assim, a Fundação Estudar, por meio do Na Prática, selecionou algumas dicas para auxiliar nesse processo. Veja:

Esteja preparado: treine para falar a seu respeito e abordar os principais pontos de sua trajetória em todas as etapas. Se concentrar e ser corretamente direcionado pode ser a diferença entre conquistar aquele cargo ou não. Para isso, existem diversos cursos preparatórios. Um deles é o “Tenha sucesso em processos seletivos”, oferecido gratuitamente no site do Nube: www.nube.com.br/ead.  
 
Seja objetivo e verdadeiro: não tente somar palavras para ocupar o tempo de apresentação. Além disso, seja verdadeiro. Evitar frases prontas e clichês ao citar experiências, objetivos de carreira e pontos fortes e fracos.

Pesquise sobre a empresa: o entrevistador pode realizar perguntas a respeito da sua opinião sobre aspectos da companhia e nesse momento o desempenho pode ser a diferença entre um “não” e um “sim”. É válido levantar dados, conversar com profissionais da área e fazer um pequeno resumo para lembrar as principais informações. No entanto, não realize observações sobre a área se não for questionado.
 
Autoconhecimento e emoções: conheça as características da organização e se ela combina com você e seus ideais. Seja persistente. Toda experiência serve de aprendizado.

Nardejane Silva trabalha com seleção de candidatos há dois anos. Segundo ela, cada oportunidade tem um perfil específico pré-definido e alguns requisitos podem variar, mas, de forma geral, alguns aspectos sempre são avaliados. “O domínio do português, a comunicação com o público, vestimenta, tratativa com os demais e o comprometimento são os principais pontos”, explica. O restante, como conhecimentos técnicos ou acadêmicas, idiomas e competências específicas são definições individuais de cada vaga.

De maneira geral, para o professor de gestão de pessoas da FGV Campinas, Vagner Sandoval, em um mundo cada vez mais competitivo, “o mais importante é o jovem não deixar de procurar novos aprendizados e se manter preparado para as melhores oportunidades”, conclui.

Gostou das dicas? Conte sempre com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe