Um grande desafio para os gestores é orientar corretamente seus colaboradores e avaliar o desempenho de cada um de forma assertiva. Por conta desse desafio, são criadas algumas estratégias capazes de analisar forças e fraquezas e entender como melhorar a performance e direcionar habilidades. Nesse contexto, está o feedback em 360 graus, uma ferramenta de melhoria contínua. Quer saber como aplicá-la em sua sua equipe? Então veja estas dicas!

Para entendermos como funciona esse conceito, devemos diferenciá-lo das devolutivas comuns. Para Kesi Adria, executive coach, de Campinas, enquanto o mecanismo comum é pontual, o esférico engloba alguns outros aspectos, capazes de fornecer um diagnóstico mais produtivo. “Isso é muito útil para captar informações e ajudar a pessoa avaliada a obter conhecimento sobre como é percebida pelos demais”, aponta. Para ela, esta é uma maneira, inclusive, de classificar a liderança e as necessidades de toda equipe.

Com isso, é possível identificar deficiências, conflitos e valorizar habilidades. “Trata-se de uma série de perguntas respondidas não somente pelo avaliado, como também por pessoas indicadas por ele ou pela corporação. As questões transitam por vários tópicos relacionados à comunicação interpessoal, produtividade, comportamento, empreendedorismo, gestão de conflitos e proatividade”, explica. Para ela, isso auxilia e facilita a elaboração de um plano de ação capaz de conduzir melhor suas habilidades.

A especialista ainda afirma: “assim, você não se restringe ao resultado final, mas considera o todo. É vantajoso a um gestor saber qual é a percepção do seu time sobre o contexto e as pessoas”. Para Kesi, “vários pontos podem ser avaliados para criar um cenário rico em informações”. Assim, ela constata ser possível aproveitar esses dados para relacioná-los com o clima da instituição, o aproveitamento de talentos, o estilo de liderança predominante e até mesmo as causas de conflitos.

Alicia Nascimento cursa administração na Universidade São Judas Tadeu, em São Paulo e já estagia na área. Para ela, esse tipo de retorno é fundamental para o seu desenvolvimento profissional. “Com certeza, minha experiência anterior foi bem frustrante. Quando havia problemas, tratavam como se o erro era somente meu. Entretanto, a falha estava na maneira como me ensinaram. Se a empresa estivesse aberta para sugestões, talvez meu desempenho tivesse sido bem melhor”, afirma.

Portanto, é indispensável para o bom funcionamento de um time, aplicar esse tipo de recurso da maneira correta para poder obter resultados mais proveitosos. Agora, aplique-o em seu setor e veja como é possível fazer a mudança acontecer. Conte com o Nube sempre!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe