Atualmente, com a chamada Geração Z entrando no mercado de trabalho e uma maior expectativa de vida, temos uma pluralidade nos ambientes corporativos. Pessoas de todas as faixas etárias se misturam, trocam ideias e vivências, proporcionando um debate favorável para as empresas. Dessa forma, os profissionais com mais de 50 anos podem ter seu espaço, inclusive atuar como estagiários.

Conciliando as gerações

A troca intergeracional é muito rica. O jovem chega com conhecimentos sobre o mundo tecnológico e rápido aprendizado, na velocidade de um clique. Já os mais velhos trazem sabedorias não disponíveis on-line, o olhar certeiro de quem coleciona experiências. Há outro aspecto importante nesta equação: o fator humano. Conforme a medicina avança, essas pessoas são consideradas cada vez mais ativas.

A questão não é privilegiar uma ou outra geração. Trata-se de tirar o melhor de cada um. “Os Baby Boomers (nascidos entre 1945 e 1964) buscam estabilidade e, em troca, oferecem um alto comprometimento. A Geração X (entre 1965 e 1979) passou pela máquina de escrever, pelo computador de mesa e hoje convive bem com os smartphones e domina todos os procedimentos. Os Millennials (1980 – 2000) nos ensinaram o lado bom de mudar e a importância de cuidar do bem-estar dos colaboradores. Já a Geração Z, é disruptiva e engajada”, explica a diretora da Rayflex, Giordania Tavares.

Giordania conta com uma equipe composta por estagiários sem experiências anteriores e funcionários com muitos anos de mercado. “Não me sinto obrigada a saber tudo, pois estou cercada por especialistas com destaque em suas áreas de atuação e dispostos a contribuir comigo diariamente. A meta para 2022 é ter 5% dos colaboradores acima dos 50 anos. Acredito na gestão mista e, quanto mais diferenças, melhor”, complementa.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, em 1940 a expectativa de vida no Brasil era de 45,5 anos. Em 2018, chegou aos 76,3 anos. Até 2050, esse número deve ser de 80,57 anos. Esses dados impactam diretamente as corporações, pois essas pessoas estão se reinventando e se mantendo ativas.

Embora haja um esforço por parte deles para se atualizarem, muitas empresas ainda têm preconceito na hora da contratação, por acreditarem em mais dinamismo e entendimento mais fácil da dinâmica da companhia por parte de quem está iniciando. Eles realmente tendem a ser mais digitais, mas não dá para descartar as qualidades dos mais vividos. “Os maiores obstáculos estão relacionados à resistência dos gestores. Em contrapartida, muitos já estão mudando seus conceitos”, ressalta a coordenadora de recrutamento e seleção do Nube, Jéssica Quione.

Ter enfrentado diversas situações, boas ou ruins, várias vezes anteriormente é fundamental para orientar quem está entrando agora e para solucionar problemas em tempos de dificuldade. Além disso, a diversidade tem extrema relevância na hora de montar um time. Cada um com suas características e pontos de vista, se completam para o bem da organização.

Alguns mitos também precisam ser derrubados, como a falta de intimidade com ferramentas digitais e o custo maior em relação a um iniciante. Cada indivíduo tem suas características e tudo depende das tarefas a serem realizadas, do contexto da instituição e do grupo a sua volta.

Se você se encaixa nesse grupo com mais tempo de vida, veja algumas dicas para aumentar sua chance de contratação:

O-mercado-de-trabalho-para-quem-tem-mais-de-50-anos

Esteja por dentro das atualidades: nos processos seletivos observa-se o conhecimento sobre os principais acontecimentos, bem como sobre instrumentos utilizados no cotidiano daquela vaga.

Valorize sua experiência: com passagem por outros empregos e tendo vivenciado muitas coisas, é essencial destacar como isso pode fazer a diferença em momentos difíceis e tomadas de decisões.

Atualize seu currículo e LinkedIn: contribua com ideias, sugestões e mostre como conhece a profissão. Além disso, renove sempre com novas competências.

Faça cursos na sua área de atuação: isso ajudará com conteúdo e ampliará sua rede de contatos. Novos aprendizados são sempre bem-vindos.

Aprenda novas tecnologias: fique atento às novidades. O mundo exige abertura para aprendê-las. Se for necessário, peça ajuda a quem tem mais familiaridade.

Para Jéssica, é preciso procurar empreendimentos com a cabeça mais aberta e moderna. “Além disso, definir com clareza quais são os seus principais objetivos atuais e futuros. É fundamental destacar os seus diferenciais e demonstrar todo o seu interesse durante a etapa de seleção”, finaliza a especialista.

Portanto, as portas estão abertas para todos, independentemente do ano do seu nascimento ou qualquer outra característica. Se você está em busca de um estágio, acesse o nosso painel de vagas. O Nube acredita em você!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram , Tiktok e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe