Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos. Essa é a mais importante afirmação quando se fala em equipe de alta performance. Pode até parecer meio óbvio dizer isso, mas o desempenho de um time é tão importante quanto o próprio. O desafio aqui é fazer todos compartilharem os mesmos valores, com objetivos claros e uma única visão do negócio.

Para isso, é necessário sinergia, ou seja, trabalho em conjunto. No mundo corporativo, o termo equivale à comunicação coerente, na qual os ideais individuais se identificam e alinham à organização, havendo uma harmonia entre si. Integrar as pessoas e torná-las sinérgicas é um processo de mudança fundamental e os benefícios são diversos. Os grupos têm mais fontes de informações, são mais criativos, incrementam a aprendizagem e há altos níveis de satisfação.

Segundo Ivan Correa, Sócio-Diretor da Posiciona Educação & Desenvolvimento, é preciso adotar uma cultura colaborativa, na qual todos colaboradores mantêm sua participação ativa em um ambiente de cooperação. “Sozinho eu vou mais rápido, junto eu vou mais longe. Esta deve ser a premissa para a alta performance. Nada disso será possível se não entendermos a importância do trabalho em equipe”, enfatiza.

Contudo, como construirmos isso? Para Correa, são necessários os 8 C’s:

Comunicação: evite mal-entendidos e retrabalho, faça reuniões semanais, feedbacks, comunicados internos, status report etc.

Compartilhamento: desenvolva uma cultura de aprendizado incentivando repetidamente os funcionários a refletir sobre seus aprendizados e em seguida compartilhando suas experiências com os outros do time.

Cooperação: fomente o espírito de equipe, crie e compartilhe com os funcionários a visão estratégica do negócio, coloque inovação nos atos e estimule a interação entre todos. 

Confiança: é acreditar na competência dos seus liderados. Aprecie os bons comportamentos, dê mais autoridade a quem mereça, reconheça os esforços e lidere pelo exemplo. 

Comprometimento: é preciso tê-lo com os colegas, com a organização e com seu próprio crescimento individual. Garanta a todos o entendimento sobre o seu papel, pontos fortes e como influencia os demais. 

Conflito: saiba lidar com momentos de crise, amenize as turbulências para não ocasionar em prejuízos e desenvolva planos criativos para equilibrar as emoções, resolver problemas e aumentar resultados.

Criatividade: tenha uma mente aberta e disposta a mudanças, inove e quebre paradigmas. Ao trilhar caminhos diferentes, a liberdade de expressão é favorecida e soluções diferenciadas são encontradas. 

Consenso: esse, por sua vez, é o resultado de todos os elementos listados. Os debates incentivam a participação dos integrantes até chegar a uma única ideia, um consenso.

Nayara Herrera Estebam Vaz, estudante de publicidade e propaganda, enxerga como fator determinante manter uma boa relação com os colegas e o líder para potencializar o rendimento. Por meio dos feedbacks, a jovem consegue ampliar suas possibilidades para bater suas metas. “É proporcionado uma reflexão, é renovador e auxilia no crescimento profissional. Claro, não esquecendo de manter a qualidade e empatia em todo o processo de evolução”, conta.

Veja mais dicas sobre esse assunto por aqui.

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe