O mundo enfrenta a pandemia do novo coronavírus, com milhares de casos confirmados no Brasil. A recomendação da Organização Mundial da Saúde - OMS é o distanciamento social, devido a facilidade de disseminação do vírus. Por isso, empresas já começaram a liberar os times para trabalharem de casa.

Nós, da TV Nube, também estamos atuando em home office. Por isso, a matéria de hoje está apresentada em um novo formato. É o Conexão Ilimitada, com entrevistas gravadas de casa. O tema do dia também remete ao momento desafiador: como gerenciar as equipes a distância? 

O papel dos líderes em momentos de crise

A urgência em realizar a quarentena pegou muitas corporações de surpresa. Assim, até mesmo equipes sem experiência com trabalho remoto precisaram, às pressas, se adaptar à atividade. Nesse cenário, os líderes têm o papel fundamental de manter um contato próximo e motivar os colaboradores.

Os funcionários enxergam o líder como referência. Se ele fica nervoso ou com medo, isso será transmitido aos geridos. Com relação ao gerenciamento virtual, é preciso mapear o perfil de cada pessoa do time. Existem algumas com mais necessidade de atenção ou monitoramento.

Para a especialista em liderança, Tathiane Deândhela a comunicação é um ponto chave. “Recomendo os líderes a terem muita clareza sobre quais são os papeis, atribuições e rotinas. Quais são os resultados esperados de cada colaborador ao final do dia? Com o meu time, trabalho muito as metas diárias. Você deve acontecer esse alinhamento e isso precisa ser registrado em sistemas e processos para facilitar a coordenação”, orienta. 

Hoje, há muitas ferramentas disponíveis para auxiliar no processo. O Trello, por exemplo, serve para organizar e monitorar o andamento das demandas de cada membro do setor. Além disso, utilizar vídeo chamadas individuais e em grupo auxiliam na motivação e alinhamento de atividades.

Prática das empresas diante da pandemia

Segundo pesquisa do Nube, para mais de 60% dos jovens, o teletrabalho (trabalhar de casa)  é uma boa alternativa para as organizações em tempos de crise. Foi a opção da Thales Dis Brasil, empresa de soluções de tecnologia. Na visão de Rodrigo Morassutti, head de talent acquisition para a América Latina, ter segurança na equipe é fundamental.

“É super importante você confiar no seu time, entregando essa autonomia e fazendo o devido gerenciamento necessário. Cada gerente atua de um jeito. Eu, por exemplo, gosto de reunir minha equipe na parte da manhã, para falarmos sobre as tarefas do dia. A partir daí entrego a eles a autonomia para eles trabalharem do jeito o qual eles acharem mais interessante durante todo o decorrer do expediente. Ao final, fazemos uma reunião de encerramento”, conta.

Acompanhamento dos estagiários em home office

Para muitos estagiários, a oportunidade é o primeiro contato com o mundo do trabalho. Por isso, a gestão deve proporcionar o aprendizado, mesmo à distância. Isso deve ser feito pelo supervisor do estágio, por meio de ligações e chamadas de vídeo, bem como a criação de lista de afazeres a serem entregues. 

“O contato com o gestor me ajuda muito na realização das atividades, pois ele sempre me explica muito bem quais são as demandas necessárias do dia. Além disso, está disponível caso eu tenha alguma dúvida, posso ligar ou mandar mensagem por meio da ferramenta da empresa”, afirma Giovanna Sombra, estagiária no setor de talent acquisition da Thales Dis Brasil

Ficou interessado? Então, assista o novo vídeo da TV Nube e veja ainda mais recomendações! Fique sempre de olho em nossas atualizações, pois nosso conteúdo é voltado para ajudar você!

Compartilhe

Assista também