Não se posicionar de maneira confiante no ambiente corporativo pode ser prejudicial para a carreira como um todo. Afinal, quem sofre com duros questionamentos constantemente, fica com mais dificuldade em ter estabilidade e até mesmo en ser aprovado em novos processos seletivos. Saiba mais nesta TV Nube!

Para a consultora de desenvolvimento humano, Adriana Schneider, a insegurança é um desafio para quem deseja uma oportunidade. “Essa dúvida surge da ideia de não sermos bons o suficiente. Logo, se entramos em uma seleção já questionando nossas capacidades, isso é passado para o recrutador”, comenta.

Segundo uma pesquisa da SPC Brasil, 56% dos desempregados no país têm problemas de autoestima. Isso gera um ciclo vicioso, afinal, a falta de confiança também prejudica na hora de conquistar uma nova vaga.  

De acordo com a consultora de recursos humanos, Renata Aranega, a maior parte dos profissionais já enfrenta questões relacionadas à autoestima. “Quando você está sem uma colocação, essa questão é ainda mais presente”, afirma. Para ela, questionamentos como “sou bom o bastante?” se intensificam na procura pela recolocação.

Entretanto, esse problema pode ser resolvido e, para saber como, assista ao vídeo!

Compartilhe