Você fica insatisfeito enquanto algo não sai da forma como imagina ser o ideal e pouco confia nos colegas para realizar diversas tarefas? Se sim, fique atento, pois você pode ser um perfeccionista, desenvolvendo sérios problemas.

O termo, apesar de já ter virado um jargão, cada vez mais faz parte da rotina de muitos brasileiros, os quais buscam fazer tudo com excelência. “Quando vemos um digital influencer com poses perfeitas, em lugares incríveis, com o corpo maravilhoso, cria-se no inconsciente a ideia de atingirmos também o sublime. Contudo, nosso mellhor, nem sempre é igual ao do outro e é preciso se policiar”, explica Elaine Sgotti, sócia do Grupo Flatbox.

Para Rebeca Toyama, especialista em desenvolvimento humano e liderança, o comportamento, muitas vezes, se torna prejudicial. “Quando você não se contenta com seus resultados e vai em busca de algo ainda mais aprimorado, acaba por perder prazos, deixa de entregar projetos e passa despercebido por situações ao seu redor”, ressalta. Ou seja, se autoprejudica!

Quer entender melhor sobre o assunto? Assista nossa matéria!  

Compartilhe