Ao ingressar no mercado de trabalho, não é incomum ouvir um jovem dizer sobre sua vontade de rapidamente crescer e ocupar algum cargo de liderança. Imediatistas e com necessidade de ver sua evolução diária, as novas gerações chegam ao mundo corporativo com grandes ambições, contudo, muitas vezes pouco preparadas para chegar ao topo.

De acordo com Soraia Schutel, CEO da Sonata Brasil Escola de Líderes, a tecnologia acelerou a vida da sociedade e, com isso, a juventude acredita ser esse o tempo ideal. “Todavia, essa não é a realidade e é preciso ter paciência, não pular etapas e adquirir o máximo de experiência possível, antes de alçar grandes voos”, explica.

Em uma gestão, o lado comportamental conta tanto quanto os conhecimentos técnicos, por isso, quem ambiciona uma posição de destaque precisa se preparar. “Eu fui em busca de cursos, MBA e treinamento para alcançar mais eficiência”, conta a gerente de projetos, Silvia Fagundes.

Quer mais dicas? Veja em nossa reportagem!

Compartilhe