Muitos fatores podem ser decisivos no momento de aprovar ou eliminar um candidato de um processo seletivo: experiências, referências e formação, entre outros quesitos, entram na balança dos recrutadores. Mas o que pouca gente sabe é que o domínio da língua portuguesa também é um fator decisivo para quem busca uma oportunidade de emprego. 

De acordo com levantamento realizado pelo site de empregos Catho com 409 recrutadores, a fim de identificar quais são os motivos que os levam a descartar um currículo, o fator campeão foi a língua portuguesa. Em 34% das respostas dos entrevistados, os erros de português apareceram como o principal motivo de eliminação dos candidatos, seguido da falta de experiência (24,6%), ausência de objetivo profissional (10,1%), distância entre a residência do candidato e a empresa (9,4%), apresentação visual (9,1%) e outros fatores (12,8%).

Estudantes

Apesar da proximidade maior com o conteúdo, vocabulário e gramática também dificultam a vida de estudantes que estão em busca da primeira inserção no mercado de trabalho. De acordo com o Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube), a língua portuguesa tornou-se a grande vilã na procura por uma vaga.

A constatação foi feita por meio de uma pesquisa realizada pelo Nube, que contou com a participação de mais de 9 mil estudantes. No teste, os participantes foram desafiados a realizar um ditado contendo 30 palavras de uso cotidiano. Na avaliação, seriam considerados aprovados aqueles que, das 30, acertassem a grafia de pelo menos 23.

Contudo, mais da metade dos estudantes foi reprovada – deixando o alerta acerca da deficiência das habilidades linguísticas de grande parte dos jovens que buscam uma oportunidade de emprego.

Dicas

O fato é que, independentemente da idade ou do nível profissional, e seja pela escrita no currículo ou pela forma de se comunicar verbalmente, o domínio das habilidades linguísticas tem sido cada vez mais exigido. Segundo a recrutadora do Nube, Helenice Resende, esta á uma questão avaliada tanto nas entrevistas quanto no ambiente de trabalho:

– Uma das competências básicas exigidas pelas empresas é a comunicação. Para o colaborador conseguir dialogar corretamente com seus colegas e clientes, gerenciar negociações ou transmitir informações com clareza, é preciso entender bem as principais regras existentes no nosso idioma nativo.

Para te ajudar a mandar bem na língua portuguesa e, assim, ter mais chances de se inserir no mercado de trabalho, o DG separou dicas de canais no YouTube que disponibilizam conteúdos acessíveis sobre a disciplina.

Confira canais no YouTube para aprender de graça:

Professor Noslen

Como o nome já diz, o canal é mantido pelo professor Noslen, que ministra aulas disponibilizadas na plataforma. Nele, é possível encontrar vídeos sobre regras da língua portuguesa e aprender métodos e técnicas para melhorar a escrita, além de esclarecer dúvidas pontuais.

Os conteúdos são apresentados de forma descontraída, a partir de músicas e paródias. O canal possui 3 milhões de inscritos e é um dos mais acessados no YouTube, dentre os canais educacionais.

Para conferir, clique aqui.

Redação e Gramática Zica

No canal, é possível encontrar vídeos gratuitos com dicas e explicações sobre gramática e construção de redações. Há, ainda, cursos completos, pagos.

Os conteúdos são voltados para o uso do português no dia a dia e, também, para quem está estudando para concursos e vestibulares. As miniaulas são ministradas de forma descontraída pela professora Pamba.

Para conferir, clique aqui.

Português Fácil

Com aulas ministradas pelo professor Tiago Buranello, o canal é focado no ensino do português básico, com aplicações do dia a dia e dicas para concursos – sobretudo, Enem e Encceja. Há, ainda, conteúdos específicos para as exigências da língua portuguesa no mercado de trabalho.

Para conferir, clique aqui.

Português para Desesperados

A professora Carol Mendonça investe em paródias de músicas famosas para ensinar conteúdos da língua portuguesa. Dentre as mais badaladas, está a paródia do hit “Paradinha”, de Anitta. Além das músicas, a professora também disponibiliza aulas e dicas de gramática, redação e interpretação de texto.

Para conferir, clique aqui.

 

Compartilhe