O número de vagas no mercado de trabalho na região tem crescido semana após semana no último mês, mostrando cenário um pouco mais positivo do visto no início da quarentena, quando as companhias fecharam as portas, afastaram funcionários e demitiram parte deles devido à pandemia do novo coronavírus. Em 15 de junho, o volume era de 90 postos, por exemplo. Nesta semana, existem 270 oportunidades distribuídas pelas companhias instaladas no Grande ABC que, aos poucos, reabrem as portas e voltam às atividades.

Com nova estrutura, a CTR (Central de Trabalho e Renda) de São Bernardo reúne a maior fatia dos empregos, com 127 postos, sendo 50 para auxiliar de limpeza (destinados a pessoas com deficiência). Interessados devem enviar currículo para e-mail ctr@saobernardo.sp.gov.br, indicando a vaga desejada.

Em São Caetano, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico tem a plataforma Portal do Emprego (www.softwarerh.com.br/v2/prefeituradesaocaetano), pela qual as pessoas em busca de recolocação profissional podem se cadastrar gratuitamente e que atualmente dispõe de 68 postos.

Em Ribeirão Pires, os moradores desempregados podem fazer cadastro pelo portal Emprega Brasil, do governo federal – www.empregabrasil.mte.gov.br. Há 24 vagas na cidade.

No CPETR (Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda) de Santo André são 13 oportunidades. O cadastro deve ser feito pelo portal https://empregabrasil.mte.gov.br/ ou pessoalmente no térreo 1 da Prefeitura (Praça IV Centenário, 1).

Já a agência de recrutamento Luandre, com unidade em Santo André, oferece nesta semana 20 vagas. Há chances de trabalho para auxiliar de atendimento, com salários entre R$ 1.000 e R$ 1.500, operador de carregamento de produtos químicos (paga entre R$ 1.500 e R$ 2.000) e vendedor interno (R$ 1.500 a R$ 2.000). Interessados devem se cadastrar no site candidato.luandre.com.br.

Em Diadema, são três vagas disponíveis: auxiliar de limpeza, líder de serviços gerais e de prensista. Os candidatos que queiram se inscrever devem enviar e-mail para vagas.emprego@diadema.sp.gov.br.

DICAS

Quem está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho porque perdeu o emprego durante a pandemia, por exemplo, deve acompanhar as vagas divulgadas, empresas contratantes e movimento do mercado dentro do segmento e área de atuação esperado, aconselha Leticia Colaquise, coordenadora de recursos humanos da Luandre. “Hoje, a tecnologia facilita essa busca, nos permitindo fácil acesso a essas informações. Além disso, este é um bom momento para se atualizar com temas de sua área de atuação profissional, através de cursos on-line, lives e leitura.”

JOVENS

Nesta semana, o Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios), corporação privada de colocação de jovens no mercado de trabalho, reúne 70 vagas para alunos dos ensinos médio, técnico, tecnólogo e superior, para atuação em companhias instaladas no Grande ABC.

As bolsas-auxílio variam de R$ 500 a R$ 2.000. Interessados podem se cadastrar gratuitamente no endereço www.nube.com.br.

Compartilhe