APP-SINDICATO dos Professores deu por encerrada numa assembleia geral realizada sábado em Curitiba a greve do magistério iniciada em abril e que já estava suspensa temporariamente desde 13 de julho. O acordo com o governo incluiu manter as regras atuais para a contratação de professores temporários para 2020. Pelo acordo, a Secretaria de Estado da Educação deve prorrogar os atuais contratos de professores para o próximo período letivo, sem a realização de novas provas ou bancas de avaliação. Na sexta-feira, o governo encaminhou oficialmente à Assembleia Legislativa a nova proposta de reajuste salarial parcelado do funcionalismo de 5,08% até 2022.

ALÉM disso o governo retirou da pauta da Assembleia na última quarta-feira o projeto da Lei de Eficiência na Gestão do Estado, que segundo os sindicatos, representaria na prática o congelamento de salários e benefícios do funcionalismo. Também serão autorizadas a concessão de 3,5 mil licenças especiais e a implantação de progressões e promoções aos profissionais da educação. Serão 750 licenças para servidores do Quadro dos Funcionários da Educação Básica (QFEB) e do Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE) e 2,7 mil para servidores do Quadro Próprio do Magistério (QPM) e do Quadro Único de Pessoal do Poder Executivo (QUP), com período de fruição que vai de 23 de setembro a 21 de dezembro deste ano.

GOVERNO se comprometeu a anunciar, ainda este mês, a autorização para a implantação de promoções e progressões de professores e funcionários da educação básica. Também deverá haver a eleição de diretores no mês de novembro e distribuição das aulas em dezembro. Segundo o presidente do sindicato, Hermes de Leão, uma questão que permanece em aberto é a forma de reposição das aulas do período de greve De acordo com a entidade, continua o debate sobre a retirada das faltas das greves gerais do dia 15 de maio e de 14 de junho. “Nesta semana conseguimos na Justiça o direito a reposição da falta do dia 30 de agosto de 2017”, afirmou o presidente da entidade.

ASSESSORIA do deputado estadual Requião Filho passou informação ontem de que ele estará cumprindo um roteiro de visitas neste fim de semana no Noroeste do Estado. Na sexta-feira ele dentro do roteiro visitará o Diário do Noroeste às 9h. Depois de contatos com emissoras de rádio ele seguirá para Cianorte e Umuarama.

PESQUISA realizada pelo Nube - Núcleo Brasileiro de Estágios com o foco: “Você consegue controlar suas finanças?” indicou que de 60,73% dos pesquisados respondeu que “sim, poupo sempre e já planejo o futuro”. O levantamento ocorreu com 32.634 participantes em todo o Brasil, com faixa etária entre 15 e 28 anos. O resultado, colhido entre 24 de junho e 5 de julho apontou equilíbrio entre os jovens. Outros 22,22% disseram: “Sim, mas nunca sobra dinheiro para guardar”. Para especialista a atitude deixa a pessoa em uma zona de risco. Já para outros 10,02% “depende do mês e de quantas vezes o indivíduo sai”. Dessa forma, 5,04% asseguraram que “não, eu até tento, mas sempre gasto demais” e 1,99% revelaram que “não, o dinheiro não para na minha mão”.

TODAVIA para uma mudança de comportamento, o primeiro passo é elencar as prioridades e entender o significado do materialismo. “Não basta apenas ter a quantia para comprar algo, é imprescindível saber se aquilo é necessário para os objetivos de curto, médio ou longo prazo”, afirma especialista. Portanto a dica final é criar metas e estipular prazos. “Indico fazer um compromisso consigo mesmo e executá-lo de forma pontual. Focar em propósitos capazes de serem cumpridos. Afinal, comprometer todo o patrimônio em sonhos pode ser prejudicial para as necessidades do presente”, finaliza.

CORRUPTOS vão vencer? A força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, coordenada pelo procurador Deltan Dallagnol, pode ser dissolvida em um mês -  a partir de 9 de setembro. Nesta data, expira o prazo para o seu funcionamento. A informação é da jornalista Monica Bergamo em sua coluna na Folha de S. Paulo. Segundo ela, a sobrevivência da tropa especial de investigadores estará então nas mãos da procuradora-geral Raquel Dodge. É ela que tem o poder de renovar o prazo.

EM nível nacional PV se juntou a PSB, PDT e Rede em uma frente de centro-esquerda. José Luís Penna, presidente da sigla, diz que, “além de lutar contra a política ambiental do governo”, os partidos já estão mapeando cidades onde há possibilidade de coligação nas eleições municipais de 2020. As informações são da Folha de S. Paulo.

PRESIDENTE Jair Bolsonaro participou sábado (10) em Brasília da Marcha para Jesus e pela Família.  Durante o evento ele criticou as chamadas “famílias múltiplas” e disparou: “Família é homem e mulher”. O chefe da Nação criticou ainda a ideologia de gênero e a imprensa, como de costume. Bolsonaro reclamou da atuação de governos anteriores ao “acolher esse tipo de coisa”, referindo-se a políticas de apoio a grupos homossexuais. “Se querem que eu acolha isso, apresentem uma emenda à Constituição e mu

Compartilhe