Pela terceira vez consecutiva, um cenário positivo tem favorecido os estudantes em busca de uma colocação no mercado de trabalho. Segundo levantamento do Nube - Núcleo Brasileiro de Estágios, 24,5 mil oportunidades serão abertas entre agosto e setembro, período conhecido como a 2ª Temporada de Estágios. As estatísticas apontam para um passo em rumo à recuperação econômica do país, em crise desde 2015.

Este ano também traz outra conquista. Pela primeira vez, a quantia ofertada ultrapassa os dados, até então recordistas, de 2014. Há cinco anos, eram 24 mil chances e, agora, o número é 2% maior. Esse avanço beneficia tanto quem está no nível médio ou técnico, quanto quem está na faculdade. Os universitários terão 20,2 mil vagas, número 9,2% superior em relação a 2018. Já para os outros estudantes, serão 4,3 mil, com um aumento de 7,5%.

Julho marca o mês das férias estudantis e, portanto, quem quer ser contratado deve aproveitar a reposição de energias para iniciar o segundo semestre com um contrato assinado. “Principalmente quem busca a primeira experiência profissional deve entender os benefícios de procurar um estágio para a construção da carreira. Esse é o melhor jeito de conciliar o conteúdo aplicado em sala de aula com a prática do universo empresarial”, aponta Carlos Henrique Mencaci, presidente do Nube.

Embora os dados apontem para uma melhoria no setor, ainda falta investimento das empresas nesse estilo de contratação. “São mais de 17,6 milhões de indivíduos aptos a estagiarem, segundo o Inep/MEC. Porém, apenas 1 milhão deles atuam no ambiente corporativo por meio dessa atividade, conforme a Associação Brasileira de Estágios (Abres)”, explica o presidente. Logo, as organizações devem enxergar a modalidade como uma excelente maneira de investir em talentos e fortalecer os negócios em meio à crise.

Sendo assim, para vencer a competitividade, a dica é se mostrar disposto a aprender e a desenvolver suas habilidades. “Essa é a principal porta de entrada de jovens no mundo dos negócios e o candidato irá se destacar não por suas experiências anteriores, mas sim por seus comportamentos. Desse modo, ser proativo, se atentar à comunicação e ao bom uso da língua portuguesa é essencial para se sobressair em meio à concorrência”, expõe Mencaci.

Por isso, o ideal é usufruir desse momento para garantir sua oportunidade. “Muitas trajetórias de sucesso iniciam a partir do estágio. Então, aproveitar essa etapa para fortalecer seu networking e absorver o conhecimento de supervisores ou colegas abrirá portas em sua caminhada”, finaliza o presidente.

Compartilhe