Uma pesquisa realizada entre 2014 e 2018 pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) apontou que cerca de 45% dos recém-formados estão desempregados no Brasil. Ainda de acordo com o estudo, mais de 50% dos formados estão trabalhando porém, desse total, apenas 25% conseguiram entrar na área de sua formação em menos de três meses.

Para fazer uma análise da pesquisa e um apontamento dos principais fatores que contribuem para este cenário, o presidente da Nube, Carlos Henrique Mencanci, concedeu uma entrevista durante o programa Temática desta segunda-feira (25). (Ouça no link abaixo da foto)

Segundo Mencanci, o desemprego afeta os jovens em geral, pois a falta de experiência acaba interferindo no momento de ingresso no mercado de trabalho, sobretudo no Brasil, onde a economia ainda sofre os efeitos da crise. O especialista também mencionou que, hoje, uma formação generalista não é mais suficiente. Ele afirmou que é preciso investir em especialização, cursos online e, principalmente, estágios para aumentar as chances de conseguir um emprego.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Compartilhe