Atuar com pessoas de variadas idades é mais produtivo para a grande maioria

Atualmente, o mercado é composto por profissionais de diferentes gerações. Essa realidade impacta diretamente na produtividade e resultado das organizações. Afinal, saber ponderar os diversos perfis e tirar de cada um seu maior potencial é o principal desafio. Levando em conta esse cenário, o Nube - Núcleo Brasileiro de Estágios realizou um estudo com a seguinte questão: "como você lida com pessoas de variadas idades no trabalho?". No total, 31.051 jovens, entre 15 e 26 anos, de todo o Brasil foram ouvidos. O resultado apontou equilíbrio entre os respondentes. A grande maioria disse: "para mim é ótimo, sempre aprendo com todos". Apenas essa alternativa somou 80,67%, ou 25.048 votos.

Para Everton Santos, analista de treinamento do Nube, estimular o aprendizado em conjunto tem um efeito muito positivo por conta das diferentes visões frente a um único obstáculo. "Quando a equipe é coesa, o ambiente é agradável para trabalhar. Faixas etárias diversas trazem olhares distintos para o mesmo negócio ou objetivo, ampliando as oportunidades de melhoria e inovação. É fundamental estabelecer uma cultura inclusiva", reforça.

Outros 17,75% (5.512) revelaram: "cresço muito com quem tem mais experiência". Já 0,39% (122) comentaram: "prefiro atuar com os mais jovens, sempre são mais dispostos". Na contramão da boa convivência, 0,90% (279) desabafaram: "quem tem a minha idade muitas vezes é imaturo e fujo deles" e 0,29% (90) alegaram: "tenho dificuldades de conviver com pessoas mais velhas".

Compartilhe