O estagiário brasileiro recebe em média R$ 965,63, segundo pesquisa realizada pelo Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios). O estudo foi feito entre 25 de outubro e 22 de novembro de 2016 com 20.600 estudantes de diferentes níveis.

Para quem está no ensino médio, a remuneração é de R$ 606,73. No médio técnico, ela chega a R$ 762,58 e no superior tecnólogo, a R$ 998,20. Já o estudante do ensino superior ganha em média R$ 1.083,95.

“O valor da bolsa deve ser compatível com a mensalidade paga pelo estudante, pois grande parcela dos alunos arcam com os custos de sua graduação”, afirma o presidente do Nube, Carlos Henrique Mencaci.

Segundo o estudo, o valor médio geral subiu apenas 1,7% em relação ao ano passado, quando foi de R$ 949,31.

Entre as áreas com melhor remuneração para estagiários no ensino superior, Mencaci destaca agronomia e economia, primeiro e segundo lugar no ranking.  Já cursos como pedagogia e educação física têm valores mais baixos devido à grande quantidade de candidatos para poucas vagas de estágio. “O mercado segue a lei da oferta e procura, além da capacitação dos alunos”, explica.

Para quem está no ensino médio técnico, as áreas que melhor remuneram são: segurança do trabalho (R$ 929,53), química (R$ 907,51) e mecânica (R$ 880,32). No caso dos tecnólogos, as áreas com melhores ganhos são: banco de dados (R$ 1.208,33), sistemas de informação (R$ 1.096,90) e comércio exterior (R$ 1.080,73)  

Confira o ranking com as melhores remunerações

1º - Agronomia: R$ 1.846,07

2º - Economia: R$ 1.755,64

3º - Ciências e Humanidade: R$ 1.425,90

4º - Engenharia: R$ 1.313,37

5º - Ciência e Tecnologia: R$ 1.309,01

Compartilhe