Para uma empresa se desenvolver com prosperidade e bons serviços é necessário um time competente caminhando junto a ela.  Essa pode ser uma das grandes dificuldades de um gestor, pois montar uma equipe apropriada é sempre um desafio. Como fazer isso? Por que um estagiário faria tanta diferença? Veja agora quais os benefícios e tenha a resposta para essas perguntas.

 

Paula Sino, gerente comercial da Assine Bem, faz uso dessa mão de obra e afirmou com convicção como a contratação é benéfica a partir de pontos positivos no seu estabelecimento. De acordo com ela: “além de serem pessoas sem vícios anteriores, trazem novas ideias, engajamento e energia distinta no time, com a possibilidade de moldá-los de acordo com a cultura da instituição. O fato de, muitas vezes, serem indivíduos mais atentos às novidades e tecnologia, também é um ponto favorável por contribuir com uma visão moderna”, ressalta.

 

Quando questionada sobre chances de efetivação, Paula afirma como é um ganho para a entidade. Em vista disso, no seu caso, a meta é justamente desenvolver as competências técnicas e habilidades sistêmicas para manter o membro e assegurar uma permanência. Ao admitir um colaborador, além de engajar o time, mostrando oportunidade de crescimento, há uma motivação e melhoria nos resultados corporativos. Logo, não seria interessante engajar, treinar e depois desperdiçar o talento. A entrevistada ainda demonstrou esse contexto com sua própria experiência. Ela começou como estagiária e, a partir de treinamento, sua dedicação e aproveitamento das alternativas oferecidas, fez carreira no grupo.

 

Contudo, mesmo depois de todos esses argumentos: por que entre capacitar um estagiário e optar por alguém já treinado, a primeira opção é mais vantajosa? Apesar da possível vivência, a segunda escolha carrega vícios antigos e a pessoa leva mais tempo para se adaptar a recentes formatos e culturas, tendo assim mais dificuldade para uma adequação a novos meios. Por isso, a busca pela capacidade de se alinhar com a persona e conduta institucional é essencial, visando trazer inovações e aperfeiçoamentos para manter a companhia sempre atualizada e forte.

 

Portanto, montamos alguns tópicos para facilitar a sua leitura e entendimento dos maiores proveitos desse recrutamento:

  • É uma ajuda a mais para contribuir com o crescimento da marca.
  • Iniciantes costumam deter grande motivação para realizar as tarefas, disponibilidade e vontade de aprender. Isso por ser, para eles, uma chance de experimentar o conteúdo estudado em sala de aula.
  • Não configura vínculo empregatício de qualquer natureza. Por não ser um CLT a entidade fica isenta de encargos trabalhistas e benefícios salariais.
  • Representa uma ocasião oportuna para formar um membro de acordo com as necessidades definidas.
  • Possibilidade de treinar e especializar o estagiário para contar com um integrante qualificado após graduar-se.

 

Uma dúvida corriqueira entre os líderes remete-se a quem pode ou não admitir esses talentos. O capítulo três da lei 11.788/2008, refere-se à parte concedente e informa: especialistas dispondo de registro em conselhos profissionais detêm o direito de empregar acadêmicos iniciantes no ofício. Todavia, quem seriam esses novos colaboradores? Podem preencher tais vagas alunos regularmente matriculados e frequentando o ensino médio, técnico, superior, educação especial ou anos finais do EJA (Educação de Jovens e Adultos), além da pós graduação, mestrado e doutorado.

 

Sobre a duração, o contrato não pode exceder dois anos na mesma parte concedente, exceto quando se tratar de deficientes físicos. O Nube detém de uma parceria com a Assine Bem, especializada em assinaturas digitais com o objetivo de facilitar e trazer rapidez aos processos envolvendo documentação.

 

Em relação à supervisão, é exigido do proprietário dispor de um funcionário, formado no ramo desenvolvido ou com vivência, para orientar e acompanhar o iniciante. Além de enviar à instituição de ensino, semestralmente, um formulário com suas ocupações.

 

A graduanda em economia, Thauane de Moraes Pereira, passou por isso recentemente e indica pontos positivos no seu crescimento. Atualmente, com 25 anos e prestes a concluir o curso, ela frisou a relevância do orientador seguir uma política voltada para o incentivo. Após realizar seu desempenho na área de comércio exterior e sentir o estímulo direto da sua líder sobre suas incumbências.

 

Com relação ao seu crescimento posterior, a formanda chamou a atenção para a transição e mudança existente da faculdade para o mercado de trabalho. Ter uma oportunidade de colocar em prática o aprendido contribui para fixar melhor as ideias, elaborar com clareza a ocupação e conhecer a realidade do ofício: “um estágio de qualidade é de extrema relevância para se tornar um futuro líder, a vida acadêmica é muito teórica, a execução é bem diferente”, relata Thauane.

 

Vale lembrar a distinção entre um estágio obrigatório e não obrigatório. No primeiro caso, é uma tarefa definida pela grade curricular, sendo uma carga horária necessária para a conclusão do curso e obtenção do diploma. Nesse contexto, não é imposto ao empregador o compromisso de atribuir uma retribuição financeira às atividades prestadas. Na segunda situação, é um exercício optativo e deve ser remunerado e tem todos os direitos legais. Ambos os casos não constituem vínculo empregatício de qualquer natureza, de acordo com o artigo terceiro da legislação.

 

No site do Nube está disponível a cartilha do estágio. Lá, você encontrará as informações sobre os direitos e deveres de quem vai assumir esse cargo, além dos requisitos necessários. Assim, facilita para o seu estabelecimento na hora de escolher o colaborador perfeito, estando ciente das funções englobadas.

 

Nesse sentido, um agente de integração é a ponte ideal para a corporação e o estudante, facilitando a busca e o contato entre ambos. O Nube age nessa missão, cadastrando candidatos, identificando vagas e acompanhando todo o processo administrativo, de negociação de seguros e adequação das condições de serviço. Estamos aqui para auxiliar da melhor forma pensando no bem estar dos nossos colaboradores. 

 

Fique ligado nas nossas redes sociais e blog, postamos conteúdos diários de atualizações do mercado e considerações de especialistas. Conte conosco para se destacar, esperamos por você!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe