Uma coisa é certa: o futuro será tecnológico! Com a transformação digital impulsionada pela pandemia essa projeção ficou ainda mais real. Entretanto, a principal diferença entre as pessoas e as máquinas está nas habilidades comportamentais relacionadas à maneira como o indivíduo lida consigo e com os outros, em diferentes situações. As conhecidas “soft skills” chamam cada vez mais espaço e serão imprescindíveis para inúmeras carreiras do amanhã. Sendo assim, você está pronto para essa realidade? 

Soft skills: cada vez mais procuradas, são reconhecidas por ser as habilidades do futuro 

Em geral, essas aptidões são responsáveis por auxiliar profissionais a conseguirem oportunidades no mercado. Afinal, durante uma entrevista de emprego, por exemplo, são um dos fatores mais considerados e observados pelos recrutadores. Para Shana Wajntraub, psicóloga e MBA em Gestão de Pessoas pela Universidade Federal Fluminense, a falta dessas maestrias é prejudicial. “Podem fazer profissionais com vasto conhecimento em sua área de atuação não conseguirem evoluir dentro das empresas”, afirma. 

Ao contrário das “hard skills”, ligadas à técnica e facilmente adquiridas em cursos, treinamentos ou workshops, as “soft skills” são partes da conduta do cidadão. Portanto, evidenciam características pessoais construídas ao longo da vida. “No caso da inteligência emocional, por exemplo, é possível desenvolvê-la, basta ter persistência”, comenta Shana. 

De acordo com um relatório global divulgado pela Udemy Business e intitulado “2022 Workplace Learning Trends”, o consumo em temas como assertividade e team building cresceu em 250% e 129%, respectivamente, entre 2020 e 2021. Ou seja, gradativamente a busca pela capacitação nesse sentido ganha foco. 

Tendo em vista um recorte, no Brasil, a aptidão mais consumida foi gestão de tempo, com crescimento de 226% entre os levantamentos. Assim como, a busca pela capacidade de liderança também disparou, com 116% a mais de procura. Para a especialista, “no radar dos líderes temos: a capacidade de se comunicar, de solucionar problemas, ser flexível e adaptável, saber lidar com pressão, trabalhar em equipe, ter autoconfiança e uma atitude positiva", expõe a CEO (Chief Executive Officer) da Eleve Consulting. 

Conheça algumas soft skills muito procuradas e imprescindíveis 

Antigamente, o trabalhador mais buscado pelas grandes corporações era aquele formado nas melhores faculdades, com um currículo impecável e 100% focado nas “hard skills”. No entanto, nos últimos anos, foi percebido a importância de saber balancear e como dominar ambas os aspectos pode trazer resultados mais favoráveis. 

“Um líder do segmento de tecnologia, por exemplo, pode ter excelentes oportunidades na carreira, inúmeros cursos, ler livros técnicos e até mesmo aprender na prática as questões relacionadas à sua área de atuação. Porém, se ele não consegue liderar bem a sua equipe, comunicar-se de forma assertiva e objetiva, passar bons feedbacks e respeitar a diversidade dos seus liderados, ele provavelmente não será um profissional desejado pelas empresas”, ressalta Shana. Logo, investir no progresso com essas capacidades também é positivo para a vida pessoal. 

Sendo assim, a especialista elenca algumas das competências mais vitais na atualidade. Confira: 

- Saber ouvir as pessoas;

- Ter facilidade para expressar ideias; 

- Empatizar com os sentimentos alheios; 

- Desenvolver pensamento crítico com foco em buscar soluções; 

- Praticar a inteligência emocional para lidar com frustrações. 

“Para desenvolvê-las, você deve começar tendo a mente aberta para refletir sobre quais são os pontos de melhora. Uma pessoa muito impulsiva, por exemplo, pode tentar ponderar as situações com mais calma e avaliar todas as possibilidades previsíveis antes de tomar decisões. Alguém individualista pode começar reconhecendo essa característica para se esforçar mais em ser colaborativo quando for colocado em projetos em equipe”, explica a psicóloga. Também é fundamental solicitar o retorno de quem convive com você, seja amigos, familiares ou gestores, para ter uma noção se realmente está evoluindo. 

Além disso, investir nesses treinamentos também é benéfico para as organizações. “Empregados mais competentes, capazes e produtivos. Todos compreendendo seu papel e trabalhando juntos para alcançar os objetivos aumenta a produtividade num ambiente positivo e com pessoas menos estressadas e consequentemente mais saudáveis” finaliza Shana. Nesse cenário, novas oportunidades também estão surgindo, pois cada vez mais os usuários procuram por carreiras com essa valorização. 

Agora, com as habilidades a postos, se aprofunde em três carreiras do futuro!

Com o impacto das modernidades nos negócios, ainda mais evidenciado com a chegada da Covid-19, cada vez mais pessoas migraram para as chamadas ocupações virtuais. Segundo um estudo realizado pela startup de educação Tera mapeou quais as tendências para cinco das carreiras do futuro, sendo quatro delas apontadas como em alta demanda até 2025 pelo World Economic Forum. 

De acordo com Leandro Herrera, CEO e fundador da Tera, para quem quer seguir alguma dessas opções, o primeiro passo é compreender como levar a bagagem de conhecimento para a área escolhida. “É preciso fazer uma autoavaliação do seu perfil profissional para entender em qual delas seus conhecimentos podem ser usados", indica. 

Para ele, existem alguns aspectos vitais nessa jornada. “Perceber o contexto  no qual empresas digitais estão inseridas, apostar em skills transversais e desenvolver um mindset de adaptabilidade e desenvolvimento também são ações fundamentais para ter sucesso em seu objetivo”, completa. Sendo assim, se aprofunde em três das ocupações listadas:  

  • Profissional de dados: 

São os especialistas da coleta, processamento, tratamento, análise, modelagem e a visualização de dados. Conforme a pesquisa, dentre os respondentes, 59% dizem não terem começado no segmento em funções ligadas a dados. Os cargos mais frequentes na amostra são Analista de Dados (29%), Inteligência de Mercado (10%) e Cientista de Dados (7%). Em suma, são exigidas, principalmente, as habilidades técnicas para análise de negócios (12%), investigação exploratória de dados (11%) e métricas e KPIs (10%), segundo os participantes. Mentalidade orientada foi a soft skill com maior destaque entre profissionais (19%), seguida de resolução de problemas complexos (17%) e comunicação (16%).

  • Product manager: 

Reconhecidos como profissionais responsáveis por definir diretrizes e acompanhar o cumprimento durante o processo de desenvolvimento de serviços. Seu papel é geralmente representado pela tríade de design, tecnologia e business. Sete em cada dez profissionais de mercadorias digitais (70%) não iniciaram com atividades relacionadas a esse campo e 68% usaram bootcamps para chegar até o cargo atual. Para os respondentes do levantamento, as aptidões mais essenciais para o cargo são análise de dados e métricas (63%), priorização de entregas e atividades (54%) e capacidade de escalar produtos e processos (46%). Em relação às soft skills, eles destacaram comunicação (18%), resiliência, tolerância ao stress e flexibilidade (13%) e liderança e influência (13%).

  • Desenvolvedor de software:

Este é o processo de produção de um sistema tecnológico, com as etapas da concepção de uma plataforma. Trata-se da forma como as fases são organizadas e das ações feitas para padronizar a criação e permitir aplicações em escala. Três em cada quatro respondentes (76%) da área afirmam terem começado a carreira em tarefas relacionadas e mais de 40% das pessoas ocupam vagas sênior, como especialista ou líder técnico. Para desempenhar o cargo, as habilidades técnicas mais usadas são lógica de programação (64%), padrões de projeto (34%) e compreender diferentes paradigmas e tipos de linguagem de programação (34%). Ter uma postura colaborativa se destaca como soft skill nessa profissão (19%), outras maestrias importantes são resiliência, tolerância ao stress e flexibilidade (16%), resolução de problemas complexos (16%) e comunicação (16%).

Portanto, para continuar sempre desenvolvendo suas competências, sejam as softs ou hards, é essencial nunca parar de estudar! Nesse sentido, o Nube é seu aliado! Diariamente, compartilhamos dicas e sugestões em nosso blog e nas redes sociais! Conte conosco para alcançar o sucesso!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram , Tiktok e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe