As soft (habilidades comportamentais) e hard skills (técnicas) já tornaram-se popular mentes conhecidas,concorda? Contudo, o sucesso profissional já deixou de ser pautado apenas por elas. Nesse sentido, as inner skills precisam receber seu devido destaque como chaves essenciais para um crescimento próspero nas empresas, inclusive, combatendo a chamada Síndrome de Burnout.

O autocuidado é imprescindível

Tal distúrbio conhecido como esgotamento profissional se tornou uma doença ocupacional em janeiro deste ano, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), devido aos índices alarmantes atingidos durante a pandemia. De acordo com dados do Índice de Bem-estar Corporativo do Zenklub, aproximadamente 58% dos trabalhadores o defendem como o maior inimigo do serviço.

Assim, quem sofre com o problema, sente: cansaço mental e físico extremos; irritabilidade e agressividade; dificuldade de concentração e lapsos de memória; insônia; baixa autoestima; desânimo; depressão; dores de cabeça; sentimentos de fracasso; e isolamento social. Esses sintomas podem ser superados pelo desenvolvimento das inner skills, segundo a idealizadora da Evoluzi, Pollyana Guimarães.

“Sendo assim, ao invés de valorizar apenas o lado técnico ou sociocomportamental, tais aptidões se referem ao conhecimento intrínseco do emocional de cada indivíduo”, explica a especialista. Ou seja, a capacidade de desenvolver as próprias emoções em prol do maior equilíbrio possível. “Dessa forma, consegue-se ter mais controle sobre os sentimentos e fica mais fácil agir nas mais diversas situações do dia a dia, seja no âmbito pessoal ou laboral”, complementa.

Vale lembrar também como os candidatos estão valorizando e priorizando marcas as quais tenham esse cuidado. Veja só: segundo pesquisa do Nube com mais de 25 mil participantes, 33,94% anseiam pelo estímulo ao trabalho em equipe e treinamentos constantes da companhia na qual pretende atuar. Seguido por: um ambiente com diversidade e sem preconceitos (23,81%), preocupação com o bem estar das pessoas (21,23%), liderança da organização ter postura ética (11,82%) e
a abertura para dar ideias e elas serem consideradas (9,19%).

Foque na saúde mental

Mesmo sendo um termo ainda pouco explorado, os benefícios são claramente perceptíveis. “Ao compreender melhor sua própria mente e pensamentos, o convívio entre os colegas de uma mesma entidade se torna muito mais harmonioso, evitando conflitos desnecessários pela falta de comunicação ou capacidade de resolução de problemas”, diz Pollyana.

Afinal, relacionamentos mais efetivos e estruturados são essenciais para o funcionamento de uma corporação com um espaço mais saudável. “O autodomínio reflete diretamente em nossas ações cotidianas. Então, quando potencializados, as companhias tendem a ter ganhos crescentes de desempenho e produtividade, pela melhor gestão interna individual e o consequente dinamismo aperfeiçoado entre todos os membros”, avalia a idealizadora da Evoluzi.

Muito além dessas vantagens, as skills em questão são destrezas essenciais para uma melhor saúde mental. “Ao contrário do pensamento de muitos, o Burnout não é ocasionado meramente pela sobrecarga de serviço, mas pelo baixo autoconhecimento e capacidade de identificar seus limites. Isso perpetua rotinas exaustivas as quais visam apenas a satisfação dos líderes”, expõe a especialista.

O mercado se transformou, mude seus pensamentos também

Sobretudo para o professor do curso de Psicologia da Faculdade São Luís de França (FSLF), Jameson Thiago Farias Silva, para manter a saúde nesse ambiente é preciso, de antemão, não pensar o ofício apenas do ponto de vista da aquisição de renda. “Embora seja um fator determinante na escolha de uma profissão, o sujeito por vezes se identifica e tira prazer de sua atividade ou nela vê a chance de realizar algum projeto. Em todo caso, essa é uma esfera na qual o sujeito, em maior ou menor grau, se realiza”, destacou.

Neste sentido, proporcionar o bem-estar nesse local pode ser entendido como reforçar os fatores os quais mantêm o sujeito realizado: boas condições para o exercício da função, remuneração justa, espaços para o uso da criatividade, etc.

Logo, a falta de atenção a esse aspecto traz danos severos para todos os envolvidos. “Isso evidencia a importância de aprimorar o entendimento próprio. Esse é um processo intenso. Em um primeiro momento, o indivíduo precisa iniciar uma jornada de observação mais minuciosa, compreendendo quais situações desencadeiam questões incômodas e difíceis de lidar e quais os recursos utilizados para agir com tais adversidades”, afirma a fundadora.

O feedback também é extremamente importante, seja pelo mapeamento de perfis ou atividades corporativas por meio de mentorias, meditação, terapias individuais e coletivas, consultorias ou coaching, sugere Pollyana. “Esse olhar de fora pode trazer pontos essenciais para uma avaliação pessoal, acerca dos comportamentos costumeiros e sobre como melhorá-los”, aconselha.

Atualize-se!

Frente a tantas mudanças no mercado, se tornou clara a incapacidade de contratar talentos apenas buscando saberes e especializações. Atualmente, o convívio social tem ganhado espaço entre as avaliações e são motivos até mesmo de eliminação. “Afinal, todos se sentem melhores e criam um relacionamento muito mais saudável e próspero, longe do Burnout”, conclui Pollyana.

Além disso, aproveite todo o tempo disponível para adquirir saberes novos e investir na carreira. Hoje em dia, o termo lifelong learning está bem em alta e significa exatamente isso. Essa é uma saída para se manter ativo e se evidenciar em meio à concorrência. Inclusive, o próprio Nube tem alguns EADs gratuitos sobre temas relacionados ao universo corporativo. Todos ainda valem horas complementares para ajudar na grade acadêmica. A Feira de Estágios Nube 2022 também está com inscrições abertas e é uma ótima oportunidade para garantir essa diferenciação. Atente-se!

Portanto, alinhe-se com as tendências. Se você é uma entidade, fique ligado a isso também! Acompanhe também nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e temos opiniões de diferentes especialistas. Assim, você se mantém atualizado e ainda se destaca no universo corporativo. Conte com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe