A saga dos milhões de brasileiros desempregados e jovens em busca de inserção no mercado de trabalho se mantém, é claro. O caminho não é nada simples: economia, pandemia, vagas fakes, etc. Os jovens em busca de estágio ou aprendizagem sabem bem da dificuldade.

Não ofereça dados a qualquer pessoa

Mesmo com um suspiro na retomada das contratações, o Brasil é o 9º país no ranking mundial de estimativa de desemprego para 2022, de acordo com dados da Austin Rating. Além disso, a quantidade de armadilhas cibernéticas para quem está na procura de uma oportunidade aumenta expressivamente, chegando a atingir três em cada quatro candidatos, segundo a consultoria de recursos humanos Heach.

Nesse sentido, a ESET - empresa líder em detecção proativa de ameaças - alerta: por ser um processo delicado, muitas pessoas podem ser vítimas de golpes. “Embora todas as plataformas de mídia social possam ser um vetor para fraudes, o LinkedIn se torna especial, pois tem a percepção pública de um ambiente profissional seguro”, diz o chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET América Latina, Camilo Gutiérrez Amaya.

Sendo assim, os golpes na plataforma profissional continuam a prosperar e dispararam nos últimos meses. “Enquanto alguns farsantes podem fazer muito sucesso com truques muito simples e antigos, como solicitar seus dados bancários ou adiantamentos em troca de uma entrevista, outros podem ser muito sofisticados”, salienta o especialista.

Conheça os golpes mais comuns e fique ligado!

Pensando nisso, a ESET elencou alguns exemplos das trapaças mais comuns no mercado. Por isso fique atento. Veja:

Notificações falsas: e-mails com notificações de redes sociais se tornaram uma presença comum nas caixas de entrada. Concorda? As mídias, por outro lado, estão bem cientes do impacto disso e usam assuntos atraentes, como “você apareceu em três pesquisas essa semana” e “dê os parabéns ao John por seu novo emprego”. O objetivo é gerar curiosidade e o desejo de fazer login nas contas e passar mais tempo na interagindo por lá.

No entanto, os cibercriminosos também perceberam e têm usado palavras e estética semelhantes para gerar e-mails de phishing muito parecidos com os reais. Contudo, usam para roubar as credenciais ou baixar malware nos dispositivos.

Depois de clicar no link incluído em uma dessas mensagens eletrônicas falsas, o usuário é redirecionado para uma página solicitando suas informações de acesso. Segundos depois, sem perceber, o nome  e a senha terão sido entregues ao invasor.

Ofertas de vagas fake: outra maneira é por meio de ofertas com altos salários e com candidatura via mensagem direta. Na conversa, o recrutador de mentira poderá solicitar uma taxa inicial, possivelmente para treinamento ou solicitar mais dados pessoais via um Formulário do Google, por exemplo.

Embora a proposta pareça um pouco estranha, são muitas as vítimas. “Nessas situações, recomendamos sempre confirmar se a empresa para a qual você está se candidatando realmente existe e fazer uma rápida pesquisa no Google para verificá-la”, acrescenta o chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET.

Ademais, leia com atenção a descrição da possibilidade. “Assim como nos esforçamos muito para elaborar e enviar um bom currículo, os empregadores tendem a ter cuidado com os anúncios. Logo, se você notar erros gramaticais ou qualquer informação conflitante nas comunicações, pode ser um golpe. Lembre-se: nenhuma companhia vai lhe oferecer dinheiro ou pedir elementos bancários no primeiro contato”, complementa Amaya.

Golpes de pirâmide: um caso conhecido, por exemplo, é o de um consultor financeiro aparentemente legítimo o qual entra em contato oferecendo um programa de investimento atraente. Propostas como essa costumam ser “boas demais para ser verdade” e, geralmente, a mensagem vem acompanhada de um link para uma página bem elaborada com muitas resenhas de novos milionários contando sua história.

Para parecer seguro e protegido, todas essas transações ocorrem dentro do mesmo site. “Qualquer um de nós pode ser vítima. Estar ciente disso é, de fato, o primeiro passo para se proteger, seja no LinkedIn ou em outro lugar”, diz Gutiérrez Amaya, da ESET.

Tome todos os cuidados possíveis!

Portanto, a ESET listou orientações importantes a serem seguidas para evitar cair nessas armadilhas. Anote:

  • Seja cauteloso;
  • Se você receber um e-mail e ficar com dúvida sobre sua legitimidade, não clique em nada;
  • Desconfie de solicitações de contato de quem você não conhece e, mais uma vez, não aperte em nenhum link. Em vez disso, faça uma pesquisa no Google primeiro para descobrir mais sobre o empregador e quão confiável é essa conexão;
  • Certifique-se da privacidade das suas redes, por exemplo, você deixar visível sua experiência profissional e educação, mas não necessariamente seu número de telefone;
  • Use uma senha ou frase secreta forte e exclusiva;
  • Ative a verificação em duas etapas, também conhecida como autenticação de dois fatores. Isso será útil caso alguém roube suas credenciais, pois tornará muito mais difícil para um invasor acessar a conta para obter mais informações;
  • Nunca forneça dados pessoais, como número de identidade ou cartão de crédito. Os selecionadores não solicitam e nem precisam disso antes do início efetivo;
  • Tenha em mente a conformidade com as leis fiscais nacionais;
  • Cuidado com ofertas não solicitadas de serviços financeiros ou investimentos por meio de conexões desconhecidas. Hoje, praticamente qualquer pessoa pode criar uma página atraente e com aparência confiável;
  • Sempre denuncie as farsas;

Simplificando, é como o ditado, “se algo é bom demais para ser verdade”, provavelmente é uma mentira. Porém, essa enganação vai continuar? “Temos plataformas de todos os tipos, com alcance abrangendo quase o mundo e influenciando nosso modo de vida. Contudo, não temos regras globais em relação a elas. A autorregulamentação tem se demonstrado fraca e frágil, ainda voltada para os interesses econômicos e não éticos”, afirma a advogada e CEO da Punder Adovgados, Patricia Punder.

O Nube pode ajudar!

Para evitar o perigo e o transtorno, o Nube disponibiliza milhares de vagas semanalmente em empresas confiáveis e triadas por nossos executivos. Então, não deixe de acessar o site e conferir as oportunidades compatíveis com o seu perfil. Além disso, a Feira de Estágios Nube 2022 é uma outra grande chance para a carreira e tem data confirmada. Faça a sua inscrição.

Acompanhe também nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e temos opiniões de diferentes especialistas. Assim, você se mantém atualizado e ainda se destaca no universo corporativo. Conte com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram , Tiktok e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe