Prestar o vestibular é uma das ocasiões mais marcantes de nossas vidas. A tarefa é difícil não somente pela dedicação e foco exigidos para se alcançar um bom desempenho, mas também porque envolve pressão emocional e dúvidas sobre a carreira a ser seguida. Essa etapa tem muita relevância, pois é o primeiro passo para se tornar um estagiário e ingressar no mercado.

Como melhorar o desempenho

De acordo com dados do último Censo da Educação Superior, 3,7 milhões de estudantes começaram um curso de graduação em 2020. “Esse momento é um dos mais importantes para os estudantes, mas também um dos mais desafiadores. É preciso direcionar o foco e a energia, assim fica mais fácil saber como e quais conteúdos estudar. Na hora da prova, comece com as questões consideradas fáceis, isso dará potência para realizar as mais complexas”, recomenda o fundador e CEO da Piva Educacional, Bruno Piva.

Para ajudar nesse sentido, o especialista traz dicas para uma boa preparação.

infográfico elencando as cinco dicas para os vestibulandos saírem bem nas provas

Monte seu próprio cronograma de estudos: dessa forma, fica mais fácil organizar o tempo gasto com cada tópico. Observe sua rotina e verifique quantas horas do dia podem ser dedicadas. Depois, relacione as matérias, considerando as prioridades.

Experimente diferentes métodos: teste quais formas trazem mais resultado para você, escolha um e siga com ele até o final. Não fique apenas lendo livros ou artigos. Intercale entre matérias de humanas e exatas. Procure assistir vídeos, escrever resumos, anotações, fazer exercícios, provas anteriores e até assistir algum filme sobre os assuntos.

Mantenha o local de estudo organizado: o rendimento envolve dedicação, concentração e foco, mas fatores externos também influenciam esse processo e a organização do ambiente é um deles. “Estabeleça um lugar confortável, iluminado e privado. Deixe em ordem todo o material. Aproveite outras ferramentas além do caderno, utilize cores e formas diferentes. Informe aos seus familiares para não ser interrompido”, sugere Piva.

Elimine distrações: coloque o celular no modo avião ou desligue, assim você não verá as notificações recebidas. No computador, não deixe abertas abas sobre outros assuntos e saiba recusar compromissos e convites dentro do seu horário de preparação.

Intercale os estudos com momentos de descanso: a rotina é estressante e, depois de algumas horas, a atenção e a capacidade de entendimento ficam prejudicadas. Por isso, o descanso e o lazer possuem papéis valiosos. Faça intervalos e busque ter qualidade no sono.

Como se dar bem na prova

Nesse período, as dúvidas batem, a ansiedade vai às alturas e é difícil manter o controle das emoções, afloradas pela prova. Além disso, muitas escolas não dão o suporte necessário para seus integrantes e, assim, eles não sabem como agir. Dessa forma, é interessante dar alguns conselhos para os candidatos.

Confirme o local da prova com antecedência: para o professor Milton Pignatari Filho, coordenador de processos seletivos da Universidade Presbiteriana Mackenzie - UPM mesmo com alguns processos acontecendo em formato virtual, para quem já retornou ao presencial, deve verificar com antecedência onde será a prova. “Não deixe para descobrir onde é o local em cima da hora. É importante já ter traçada a rota e a melhor forma de chegar, além de cronometrar o tempo de deslocamento”, diz.

Leia os editais e normas do processo: é fundamental se inteirar das regras, sob o risco de se prejudicar na hora da avaliação. Sobre isso, Pignatari afirma: “em algumas carreiras temos pesos diferenciados nas notas. Às vezes, em determinados processos, por exemplo, é mais vantajoso focar em determinadas disciplinas”.

Faça uma divisão entre as questões mais complexas e as mais simples: distribuir o horário entre as questões mais fáceis e as mais difíceis pode facilitar. “Se você começa pelas piores, provavelmente não conseguirá resolver todas e perderá pontos na resolução das quais você tem mais domínio”, pondera o especialista.

Alimentação e descanso: procure se alimentar de maneira adequada. Há inúmeros relatos de estudantes com dores, pois não se preocuparam com esse aspecto. Isso pode tirar toda a concentração e o foco na hora do exame. Além disso, na véspera, é essencial o jovem estar relaxado e não fazer atividades cansativas ou desgastantes.

O professor ainda salienta a relevância de fazer a graduação em uma instituição com reconhecimento por oferecer qualidade no ensino, com bases fundamentadas nas dinâmicas e estruturas modernas exigidas pelo mundo atual. Esses cuidados são relevantes para a formação de um bom estagiário para as corporações.

A escolha do curso

Nessa fase da vida, é muito comum existir indecisão ao escolher qual profissão deseja seguir e muitos tomam a decisão sem conhecer exatamente o campo de atuação. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Cedaspy Professional School - CPS, em 2019, 60% dos jovens ainda não tem certeza quanto ao futuro e 40% estão em dúvida entre áreas completamente diferentes.

Segundo o psicólogo e diretor nacional da Minds Idiomas, Augusto Jimenez, essa situação sempre existiu, mas é importante cada um ser responsável por esse caminho. “Inseguranças surgem naturalmente, como também por influências da sociedade e dos pais. Muitas pessoas querem refletir seus interesses ou até antigas frustrações em cima dos filhos e, por isso, acabam os influenciando”.

Com essa insegurança, muitos professores indicam o estudo de disciplinas para ajudar no desempenho profissional, desde a prova do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem até quando passam a atuar em suas futuras carreiras. É o caso, por exemplo, do inglês. Normalmente, as questões do tema são variadas e abordam obras literárias, músicas, casos jornalísticos e quadrinhos, dentre outros assuntos populares. Dominar o idioma é uma das formas de se preparar, independentemente do curso desejado.

Além disso, representa abrir portas, se comunicar melhor, conhecer outras culturas e ter crescimento na vida pessoal. A língua já se tornou muito comum e não é mais considerada um diferencial, mas, sim, um requisito. Atualmente, as organizações possuem muitos contatos internacionais, criando novas relações para se expandir. Sendo fluente, você terá facilidade em interagir com representantes estrangeiros e a oportunidade de viajar a trabalho.

Por isso, leia bastante sobre os vestibulares, se atualize, fique por dentro de tudo. Dessa forma, você poderá elaborar um plano de preparação melhor e, consequentemente, aumentará sua chance de aprovação. Após a realização da matrícula no curso superior, você já estará apto a se tornar um estagiário e conhecer na prática o cotidiano empresarial. Para conquistar uma vaga, acesse o nosso site e cadastre-se gratuitamente. Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram , Tiktok e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe