Certamente, você já ouviu falar muito sobre resiliência, principalmente no momento do surto de pandemia, correto? Essa palavra vem do latim “resilire”, isso é, “voltar atrás”. É a aptidão de superar suas dificuldades e problemas da forma mais otimista possível, tentando passar pelos obstáculos chegando mais forte do outro lado. Então, quem é resiliente, geralmente busca um significado nos desafios e procura crescer com eles. Isso é essencial para todos, em especial, estagiários e aprendizes.

O mercado de trabalho e suas requisições

Essa é, hoje, considerada uma das qualidades mais desejadas pelas empresas nos processos seletivos. Ela também é vista como unanimidade nas histórias de líderes e profissionais de sucesso. “Para trazer o tema para o nosso dia a dia, podemos observar como quem tem essa característica, mesmo quando perde o emprego, sofre a morte de uma pessoa querida ou passa por um processo de divórcio, continua sua busca por soluções ou formas de adaptação a uma nova realidade”, explica o empresário Júlio de Campos.

Carlos Drummond de Andrade reverenciou essa capacidade como uma das maiores do ser humano: “a dor é inevitável, o sofrimento é opcional”. Sendo assim, tal aptidão ajuda a lidar com problemas e fraquezas. Esses indivíduos mais resilientes pensam em se fortalecer para alcançar suas metas. Ser mentalmente flexível é necessário para lidar com ações pouco estruturadas”, afirma o especialista.

Segundo ele, só consegue colocar em prática essa maestria quem cultiva o autoconhecimento. Então, a dica é começar a exercitar a atitude, caso ela não seja um hábito natural, afinal, mudanças ocorrem o tempo todo e as adversidades precisam ser enfrentadas constantemente. “Quem não é maleável, não sabe mudar de rumo e perde o foco e a serenidade em qualquer situação imprevista, ficando perdido e sem encontrar a saída”, completa.

Desenvolva a resiliência

O mundo corporativo já entendeu a importância de tal destreza para ter lucro e harmonizar os ambientes de trabalho, humanizando os procedimentos. Assim, considerar colaboradores como seres humanos e tratá-los como tais é, atualmente, sinal de sabedoria para abrir portas. Líderes promotores de mudanças os quais fazem todo o necessário para alcançar seus objetivos, formam equipes de talentos, coesas, vencedoras e repletas de futuros multiplicadores.

Nesse sentido, para Campos, não trata-se de apenas manter a calma ou a forma, mas conseguir ter a convicta certeza de ser capaz de obter todos os anseios. “É a predisposição de estar para poder ser um humano-irmão. Ou seja, se fazer presente para ajudar o próximo, pois é uma virtude altruísta, típica de quem é bom e tem uma mentalidade avançada porque entende como os seres humanos não são descartáveis. Sobretudo, ser bom não é ser bobo”, garante.

Logo, o empresário destacou algumas características fundamentais, nesse contexto, as quais podem ser desenvolvidas quando não forem natas. Veja:

Capacidade de adaptação - um ponto crucial a se observar é a flexibilidade mental e emocional ao se sentir confortável em utilizar qualidades e comportamentos aparentemente opostos. Esses indivíduos têm facilidade em serem lógicos e intuitivos, sérios e brincalhões, calmos e entusiasmados, fortes e gentis, tudo ao mesmo tempo.

Otimismo - esperanças positivas. Por conta do otimismo alicerçado em fortes valores internos, os sujeitos têm uma enorme tolerância frente a incertezas e ambiguidades e conseguem trazer estabilidade em situações críticas ou caóticas.

Inteligência Emocional - possibilidade de mergulhar em situações estressantes, pois têm ótimas lições em situações negativas e transformam infortúnios e desgraças em coisas boas, se fortalecendo com a adversidade.

Aprendizagem contínua - assimilação rápida de experiências novas ou inesperadas. Tal comportamento ajuda a liberar ocitocina e endorfina, substâncias preciosas para enfrentar situações de pressão.

Capacidade de defesa - quando em confronto com ataques e manobras mal-intencionadas, essas pessoas evitam e bloqueiam desdobramentos ruins, aliando-se aos recursos adequados para o enfrentamento.

Amizades e relacionamentos saudáveis - o apoio social é essencial. Ter alguém de confiança para conversar é extremamente útil, afinal, pessoas solitárias estão mais sujeitas a condições de estresse. Sendo assim, falar com amigos, familiares e mentores diminui o impacto das adversidades e aumenta o sentimento de autoestima e autoconfiança.

Criatividade e intuição - fazer a análise dos impasses sob vários ângulos e descobrir soluções diferentes é muito significativo. Dessa forma, reconhece-se o valor da intuição como fonte de orientação e procura-se desenvolver a criatividade, expandindo a inventividade e a busca por novos horizontes.

Autoestima - enxergar a si mesmo determina o quanto se aprendeu quando algo deu errado. Isso gera respeito próprio e aos outros, aceitando críticas sem ressentimentos e recebendo elogios e cumprimentos sem se tornar arrogante.

Com base nisso, a professora de Yoga e Meditação na Bodytech Santana, Vanessa Baroni, alerta: “esquecer de si mesmo, ficar em segundo plano em detrimento do outro, faz o corpo adoecer lentamente. Portanto, é legal estar atento a esses sintomas”.

Preocupação com a saúde mental

Segundo o Google Trends houve um aumento considerável na busca por saúde mental e autocuidado, nos últimos anos, reforçando o alto índice de pessoas com transtornos de ansiedade e depressão. Conforme pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP), em 2021, em uma lista de 11 países, o Brasil tem mais casos de trabalhadores com problemas desse aspecto. Sendo ansiedade (63%) e depressão (59%), seguido, respectivamente, da Irlanda e dos Estados Unidos.

“Para dar início a uma rotina de amor-próprio, o primeiro passo é olhar para si com carinho e afeto. Comece aos poucos, escolha uma prática a cada semana para incorporar ao seu dia a dia. Observe todas as mudanças positivas e acrescente mais atividades quando se sentir pronto”, pontua o diretor técnico da Bodytech e membro do Conselho Federal de Educação Física (Confef), Eduardo Netto. Portanto, é hora de alterar nossas mentes para conquistar nossos sonhos e até mesmo vagas de estágio aprendizagem!

Não perca tempo! Acompanhe nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e temos opiniões de diferentes especialistas. Assim, você se mantém atualizado e ainda se destaca no universo corporativo. Conte com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe