Diante da realidade trazida com a pandemia, o home office ganhou um novo significado no aumento da produção e da inovação. Assim, mesmo no pós-crise, as companhias ainda estão e continuarão adotando o modelo. Isso gerou um grande aumento nas oportunidades de estágio, aprendizagem e até mesmo CLT. Continue lendo e entenda melhor sobre o assunto!

Vantagens da modalidade

Enquetes recentes no LinkedIn mostraram a preferência de profissionais de diversas áreas sobre teletrabalho, presencial ou híbrido. Dentre as vantagens da atuação remota, estão:

  • Menor risco de contaminação da Covid-19;
  • Economia de tempo no trânsito e menos estresse;
  • A comodidade de estar em casa;
  • Maior foco nos objetivos e qualidade de vida;
  • Diminuição de custos operacionais;
  • Administração melhor do tempo e melhoria nas entregas;
  • Autonomia para aprimorar conhecimentos;
  • Mais momentos com os filhos ou família.

O economista Samuel Vaz-Curado nunca pensou em morar na praia trabalhando para uma empresa de São Paulo. Ele mudou-se para Aracaju, em Sergipe, para fazer um mestrado, começou a dar aulas e quando era hora de voltar para casa surgiu a chance dos sonhos: entrar para o mercado paulista morando no Nordeste.

Em formato de home office, o jovem de 28 anos candidatou-se à vaga e agora tem a qualidade de vida e o crescimento profissional tão esperados. “Iniciei minha carreira em São Paulo, mas com a pandemia e com os processos seletivos digitais, eu não preciso estar no lugar onde a empresa tem sede. Essa concorrência virtual é boa para as marcas, para os colaboradores e torna o ecossistema mais competitivo”, diz Vaz-Curado.

Ele prefere a modalidade e se sente livre para buscar oportunidades em qualquer lugar do mundo. “Estar fisicamente distante não impacta negativamente minha produtividade. Tenho falta de alguns benefícios do presencial como os encontros e a troca nesses momentos. Porém, viajo quando necessário para São Paulo e aproveito ainda mais essas conexões”, revela.

O mercado está aquecido

Com base nesse cenário, o número de ofertas cresceu exponencialmente. Só na 1ª Temporada de Estágios do Nube deste ano, tivemos mais de 50 mil vagas abertas. O número foi um recorde com o crescimento de 18,2% em relação ao mesmo período de 2021.

Após a conjuntura de incertezas, houve uma forte aceleração e agora, felizmente, a quantidade de possibilidades já supera em 29% o montante de 2019. São mais de nove mil posições divulgadas semanalmente pela equipe do Nube. Isso é um reflexo do home office também, afinal, a grande maioria das chances abrem o leque para esse formato.

Para o economista, consultor de mercado e professor da Skema Business School, Mário Marques, essa concorrência digital mundial já estava em curso quando a Covid-19 acelerou o processo. “As corporações tiveram de deixar os contratados operando de casa. Isso destravou muitos entraves acerca do assunto, demanda a qual há muito tempo fazia parte de conversas”, explica.

Consoante a ele, a doença escancarou a diversidade e contratação global como fatores economicamente interessantes. “Isso abre portas em todo mundo para os brasileiros e acirra a disputa. Logo, o candidato não concorre mais com os moradores de sua cidade, são competidores com formação de qualquer parte do globo, formado em universidades de prestígio internacional e com vivências variadas”, comenta.

Como funciona na prática?

A estudante Luísa Naves, 21 anos, ainda não se formou e já experimentou essa disputa virtual. Ela foi contratada como estagiária em um escritório paulista o qual tem polos em outros quatro estados. Seu chefe, também brasileiro, mora em Boston, nos Estados Unidos. “Essa conjuntura mudou muito a competição. Fazer meu estágio em São Paulo, morando em Belo Horizonte foi incrível. Eu recebo vagas de todo país agora e vejo a flexibilidade. Estou atenta às exigências dessa nova dinâmica a qual deixa de ser local e passa a ser nacional e internacional. Meu ciclo lá acabou, mas aprendi com essa oportunidade principalmente a ficar de olho no mundo”, descreve.

De acordo com Marques, o home based e o hibridismo vieram para ficar e os talentos precisam estar preparados para as demandas surgidas a partir deles. Pensando nisso, o especialista elencou algumas dicas para quem deseja conquistar postos laborais fora da cidade onde reside. Veja:

- Idiomas: falar pelo menos inglês é fundamental para atuar fora do país, bem como destacar-se nas melhores oportunidades nacionais. O mandarim tornou-se uma opção interessante também considerando a sua não popularização e os negócios com a China crescendo muito no ocidente.

- Atualização permanente: dedicar pelo menos quatro horas de estudos semanais para atualização em sua área, conteúdos relacionados e cursos suplementares. Além de fazer especializações, mestrados, doutorados e MBA´s. O termo lifelong learning nunca foi tão essencial e evidente.

- Relacionamento global: fazer um networking de qualidade com pessoas e entidades ao redor do globo pode ajudar na ampliação ocupacional.

- Inteligência emocional: buscar o crescimento pessoal, pois o mercado anseia por características como resiliência, autonomia, criatividade e empreendedorismo tanto quanto requer excelência técnica.

- Inovação individual: criar meios de inovar em técnicas, processos, fluxos e perspectivas pessoalmente e em temas específicos de cada área é uma forma de antecipar-se às tendências e sair na frente em uma seleção.

Ademais, o Nube possui alguns EADs gratuitos com direito a horas complementares. As temáticas podem auxiliar na administração do tempo, na criação do currículo (CV) ou comportamento frente aos recrutamentos e até no desenvolvimento da oratória em público. Sobretudo, todos os sábados, indicamos eventos e cursos aqui no blog para potencializar essa jornada.

Somos uma das maiores corporações privadas de colocação de jovens no mundo laboral. As vagas são abertas diariamente para várias áreas em todo o Brasil. Por isso, cadastre-se no site para receber no seu e-mail as oportunidades compatíveis com o seu perfil e ganhe visibilidade.

Acompanhe nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e temos opiniões de diferentes especialistas. Assim, você se mantém atualizado e ainda se destaca no universo corporativo. Conte com o Nube!

Você também prefere o home office?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe