Para afastar o risco do declínio cognitivo, nosso cérebro precisa de estímulo. Nos dias atuais, as mudanças acontecem muito rapidamente e, por isso, não podemos nos acomodar. É necessário sempre fortalecer a mente e estar em constante evolução. Essas práticas são essenciais em nossas vidas e fazem a diferença para estudantes, estagiários e trabalhadores. Afinal, você se destaca em meio a multidão.

Uma mente forte

Segundo o médico neurologista, Gabriel Batistella, existem muitos pilares no nosso estilo de vida para sustentar a saúde cerebral. “Realizar tarefas menos automáticas, buscar conhecimento, comer bem, buscar atividades prazerosas, tudo isso tem relação com a prevenção da deterioração cognitiva”, explica. Abaixo, o especialista destaca pontos importantes para isso.

infográfico 30-03-22

Arranje tempo para fazer amigos: uma rica rede social fornece fontes de apoio, reduz o estresse, combate a depressão e aumenta a estimulação intelectual. Outras desenvolvidas são: a memória de curto prazo, o poder de desligar as distrações e a capacidade de manter o foco. “Aqueles com maior interação dentro de sua comunidade experimentam a taxa mais lenta de declínio da memória”, diz o médico. Nesse sentido, as pessoas não são a única fonte de relacionamentos. Os animais provaram ser igualmente bons. “Eles nos fazem sentir bem, podem nos acalmar, aumentar nossa imunidade, melhorar nossa qualidade cardíaca e nos manter em movimento”.

Fuja, às vezes, da rotina: não há nada de errado em tomar o mesmo café da manhã todos os dias ou dirigir pelo mesmo caminho. Os humanos são criaturas de hábitos. No entanto, é bom tentar misturar as coisas. Mesmo uma vez por semana pode ajudar. Uma alteração na rotina aumenta a capacidade de aprender informações e mantê-las. Experimente uma nova receita ou explore uma parte diferente da sua cidade.

Exercite o seu corpo: pessoas com esse costume têm menor risco de desenvolver doenças como Alzheimer, por exemplo. “O exercício melhora o fluxo sanguíneo, aprendizado, humor e pensamento”, diz o neurologista.

Descanse: poucas coisas são tão benéficas como uma boa noite de sono. “Tempo e qualidade ao dormir nos dá a energia e a capacidade de administrar nosso cotidiano”, afirma.

Fique de olho no seu prato: “Alimentos ricos em antioxidantes podem ajudar a evitar os efeitos nocivos da oxidação das células no cérebro”, explica Batistella. De acordo com pesquisas, uma dieta rica em peixes, grãos inteiros, vegetais de folhas verdes e azeitonas é interessante. “Ingira comidas frescas, saboreie, desfrute de um jantar com a família e amigos. Os sabores fortes e as cores vivas e intensas são sinais de benefícios”.

Cuide do seu coração: fatores de risco para problemas cardiovasculares como obesidade, pressão alta, colesterol alto e diabetes, também estão ligados a um risco maior de demência e problemas neurológicos.

Dê uma trilha sonora à vida: ouvir música não apenas ajuda você a se sentir mais alerta, mas também pode melhorar seu estado. Há matemática nas canções e uma nota se relaciona com a outra”, explica.

Obtenha ajuda para sua saúde mental: se existe sentimento de impotência e perda de interesse nas suas coisas favoritas, pensar, manter o foco e tomar decisões pode ser muito mais difícil. Se você tiver algum desses sinais, converse com seu médico sobre o que você pode fazer para tratá-los.

Além dessas dicas, o especialista também destaca um hormônio chamado cortisol, pois ele atrapalha a pensar com clareza. “Busque mais situações para dar risada, se aproxime da natureza, se distraia e desligue um pouco das obrigações”. Esse equilíbrio é a chave para você obter melhores resultados durante a semana.

Evite a procrastinação

Quando falamos em gestão de tempo, a primeira ideia é produtividade. No entanto, o intuito é ao contrário: é ter mais espaço para o descanso, o autocuidado e uma vida mais leve e organizada. Portanto, a rotina pode ser aprimorada e modificada com isso. “É importante saber em quais horários do dia você é mais eficaz. Autoconhecimento é imprescindível para termos assertividade”, comenta o consultor empresarial e especialista em gestão organizacional. Daniel Alves.

Se planejar faz toda a diferença. Procure adicionar prazos para inibir distrações. “Coloque seus afazeres no papel e evite o acúmulo de tarefas. Para isso, use recursos e torne um hábito em seu cotidiano”, ressalta Alves. De acordo com a Agência Brasil, 46% das corporações adotaram o modelo home office. Se adaptar a essa nova modalidade também pode ser um desafio para muitos.

Ou seja, não só você precisa gerenciar o seu tempo no ambiente de casa, como também se organizar para ter um comportamento apropriado para realizar seus deveres. Muita gente não está acostumada a atuar de casa e, por ser uma tendência, é preciso se adaptar o mais rápido possível.

O clima de estar em seu lar pode desviar seu olhar para outras coisas. Então, é necessária a colaboração dos familiares e também se fiscalizar. Afinal, celular, televisão, animal de estimação, namorado(a) e várias outras opções podem te desconcentrar. O autogerenciamento é essencial nessa modalidade.

Na atuação a distância, os líderes contam com a responsabilidade de sua equipe. Eles não conseguem supervisionar e monitorar as atividades em tempo real. Sendo assim, a confiança se torna um pilar fundamental na relação. O colaborador deve ter consciência disso e saber separar o horário profissional do pessoal.

Uma das estratégias mais conhecidas para gerir o tempo de modo mais eficiente é a Técnica Pomodoro. Nela, uma pessoa executa uma atividade com foco total em um período curto, de aproximadamente 30 minutos e, na sequência, faz um pequeno intervalo para descanso. Uma outra maneira de sair dessa armadilha, é fortalecer a agilidade emocional, entendida como a capacidade de tolerar sentimentos e pensamentos desconfortáveis e permanecer no momento presente, priorizando escolhas para alcançar o seus objetivos.

Portanto, se programe bem para conseguir realizar todos seus objetivos durante o dia. Não se sobrecarregue, mas também não deixe de produzir. Afinal, em um mercado tão competitivo, é fundamental se destacar. Se busca por uma oportunidade de estágio ou aprendizagem, acesse o nosso painel de vagas. Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe