Mesmo em meio à crise dos últimos anos, o sonho de fazer um intercâmbio não precisa acabar. Muitos buscam oportunidades no exterior por diversos motivos: querem segurança, melhorar qualidade de vida ou a troca de experiências culturais. Segundo uma pesquisa do The Student World, 83% dos jovens desejam essa vivência no pós-pandemia. Esse fator pode ser um diferencial na hora de tentar uma vaga de emprego ou estágio.

O intercâmbio

Felizmente, as fronteiras de muitos países já estão abertas por conta da vacinação, ainda, claro, seguindo todas as medidas de segurança. Logo, uma organização financeira é de extrema relevância para dar o primeiro passo do seu sonho, então já comece a se programar: “É muito importante pesquisar sobre os custos do seu destino, então algumas ferramentas podem auxiliar, mas é necessário entender qual o valor de itens essenciais, como alimentação, moradia e transporte. É aconselhável ter uma reserva de emergência, porque nunca sabemos quando imprevistos podem acontecer”, diz a CEO da NoFront, Gabriela Chaves.

Para ajudar nessa escolha, a executiva de vendas da Ebony English School, Juliana Rosa, lista algumas opções de lugares interessantes:

África do Sul - Cidade do Cabo e Johannesburgo: no continente africano, o país tem a melhor estrutura para receber estudantes. Não é necessário visto para brasileiros, podendo permanecer por até três meses. Lá você encontra belíssimas paisagens e muitas atividades externas para turistar.

Malta: baixo custo de vida com possibilidades de trabalhar durante o intercâmbio. O transporte é fácil e barato para se locomover na ilha e conhecer as belezas do local.

Irlanda - Dublin: destaque no cenário mundial nos últimos anos devido à sua excelente qualidade de vida, possui opções de emprego com a possibilidade de até noventas dias de estadia e isenção de visto. Os setores de marketing, saúde, TI, financeiro, engenharia e saúde costumam ter bastante demandas para empregos.

Mesmo ainda distante de voltar ao normal, os planos para estudar fora do Brasil não precisam mais ser adiados. Mantenha seu foco e objetivo, planeje-se financeiramente, corra atrás de ajuda especializada e fique atento a todos os detalhes para transformar esse sonho em realidade e ser um grande trunfo na sua carreira.

As novidades pós-pandemia

A Covid-19 alterou nossos hábitos e os efeitos do isolamento impulsionaram os já expressivos investimentos em tecnologia educacional. Eles atingiram 18,66 bilhões de dólares em 2019 e a estimativa era de 350 bilhões até 2025. No entanto, a situação caótica causada pelo Coronavírus deve fomentar ainda mais esse crescimento.

Nos últimos 3 anos, aumentou bastante o volume de aplicativos para aprender idiomas, a realização de aulas virtuais, o desenvolvimento de ferramentas de videoconferência e softwares de ensino on-line. O mercado brasileiro de educação estrangeira cresceu 23% e alcançou a marca inédita de 302 mil alunos, segundo a Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio - Belta. “Em uma reflexão sobre esse cenário, vejo essa área sofrendo muitas alterações daqui para frente”, ressalta o diretor de educação e tecnologia da Ambra University, Alfredo Freitas.

Para além do maior número de pessoas em busca de ensino via Internet, já vivenciamos hoje, também, um endurecimento das normas para ingressar em países usualmente procurados para esse fim, como os Estados Unidos, por exemplo. Nos próximos anos, a proporção de estrangeiros estudando digitalmente deve aumentar.

Para Freitas, haverá uma diminuição expressiva do interesse dos jovens. “As pessoas devem procurar outras alternativas para o desejado diploma internacional”. O ensino superior estadunidense já tendia, segundo dados da Education Data Organization, a um perfil mais remoto e tem se adaptado cada vez mais. De acordo com o levantamento, 2,2 milhões dos matriculados, estavam em cursos a distância. Entre eles 142.840 estudantes viviam fora do país.

Sem dúvidas, o momento exigirá criatividade para o profissional com o sonho de seguir o percurso ascendente para o conhecimento. “É preciso aproveitar o momento para conseguir uma formação no exterior, inclusive, de forma remota. Esse período pode e deve ser estimulante”, finaliza o especialista.

Portanto, esteja ligado nas novidades para fortalecer seu currículo e se destacar na disputa por uma oportunidade. Se você busca uma vaga de estágio ou aprendizagem, acesse o nosso painel de vagas. Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe