Adotar condutas éticas nas empresas é imprescindível para guiar estagiários, aprendizes e efetivos. Trata-se de um conjunto de valores e princípios propagados pela corporação, incidindo diretamente em sua credibilidade e confiança, seja interna ou externa. Afinal, vivemos em uma realidade na qual grandes marcas estão envolvidas em inúmeros escândalos, uma prova disso foi a criação da Lei Anticorrupção - ou Lei da Empresa Limpa -  visando diminuir esses incidentes. Quer entender como reforçar esse assunto no seu negócio? 

Entenda o atual perfil do profissional 

De acordo com a 5ª edição da pesquisa bienal “Perfil Ético dos Profissionais das Corporações Brasileiras”, realizada pela ICTS Protiviti com mais de 27 mil trabalhadores analisados ao longo de dez anos, mostra uma queda, de 11% para 1%, do perfil profissional reconhecido como predador. Ou seja, é aquele com uma percepção moral pouco rígida, o qual desconsidera normas, além de agir de forma irregular, características de alguém com alta flexibilidade de caráter. 

Contudo, o indicador positivo é acompanhado, nos últimos quatro anos, de uma maior concentração da persona flexível, quem “dança conforme a música” e não demonstra um comportamento ético por convicção. Isso se torna um ponto de atenção das companhias, elas precisam ser proativas para influenciar as atitudes desse grupo, na direção da conformidade. 

  Consoante a Heloisa Macari, porta-voz do levantamento e diretora executiva da ICTS Protiviti, muitos aspectos influenciam nos modos do funcionário, como “o medo de perder o emprego, a instabilidade de prover a família em um cenário econômico de dificuldade, assim como a dúvida de lidar com pressões situacionais, somado à falta de sustentação dos programas de compliance, são os principais indicadores para esse resultado”, afirma.  

Quando analisado o aspecto acerca da disposição do cooperador para denunciar atos antiéticos, no início dos estudos, 47% apresentavam convicção sobre a delação. Todavia, as métricas apresentadas nos últimos quatro anos mostram uma ponderação maior e certa dúvida sobre acusar ou não algo incorreto, com um índice de análise da situação chegando a 67%. 

Para Heloisa, “a insegurança reflete não apenas na ação do próprio indivíduo, mas também no aumento da probabilidade de ser conivente com as irregularidades, sentindo-se muitas vezes duvidoso para comunicar um desvio ético por não saber como isso pode impactar em seu emprego”, explica. 

Por isso, Renato Santos, especialista em compliance e sócio da S2 Consultoria, elencou algumas dicas para fortalecer a ética no ambiente de trabalho, baseado em investigações internas bem-sucedidas. Confira: 

Dicas para promover a ética no ambiente de trabalho 

- Incentive o respeito e sigilo:

Existem dados necessários de compartilhamento entre equipes. Entretanto, quando são sigilosos, o vazamento pode comprometer toda a operação. Por isso, é fundamental garantir a preservação do sigilo e criar um manual de ética profissional, com resguardo jurídico, para não prejudicar ninguém. 

- Reconheça os méritos:

“Oferecer feedbacks justos aos colaboradores ou colegas de trabalho é uma forma de reconhecer e demonstrar valor para quem ajuda no crescimento empresarial, e isso também tem relação com a moral no escritório”, destaca Santos. 

- Saiba fazer crítica:

É essencial ser transparente, saiba comunicar de forma clara, empática e respeitosa. “Também não esqueça: comentários e atitudes preconceituosas além de antiéticas podem ser consideradas criminosas”, ressalta o especialista. 

- Valorize uma cultura ética:

Esse tema não pode ser tratado de forma rasa, é necessário trazer seus conceitos para dentro da cultura empresarial. “Especialmente os líderes precisam dar o exemplo”, comenta Santos. 

- Exalte o trabalho em equipe:

“Valorizar a diversidade na empresa também é muito importante para aumentar a pluralidade de visões”, pontua o sócio da S2 Consultoria. Isso incide nas táticas adotadas, aumentam sua efetividade e não as restringe a apenas um público, pois há diferentes opiniões em jogo. 

Por fim, é fundamental contar com o apoio dos colaboradores para sempre destacar os princípios da companhia e construir um ambiente com mais qualidade. Diariamente, o Nube compartilha sugestões e dicas de especialistas, para você sempre se manter atualizado e por dentro das novidades corporativas. Continue acompanhando o nosso blog e lembre-se: conte sempre conosco!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe