O Brasil é um país com diversas pessoas com o sonho de abrir o próprio negócio, seja pela dificuldade de encontrar um emprego ou pelo desejo de ser dono da sua carreira. No entanto, a abertura de novas empresas no mercado é algo positivo. Afinal, faz a economia girar e cria novas oportunidades de postos de trabalho e estágio. Sendo assim, quem trilha esse caminho deve estar atualizado e preparado para a profissão.

O empreendedorismo

Para o professor e especialista em gestão de negócios, Carlos Titton, para empreender é preciso fazer algo diferente. “Quando me perguntam se estamos no momento ideal para isso, eu sempre digo: uma crise não é fator limitante. Os últimos dois anos foram de grandes desafios, mas diversas pessoas inovaram com sucesso nesse período”, destaca.

Contudo, Titton alerta: “definitivamente, aqui não é fácil como em países desenvolvidos. Mesmo com as iniciativas do governo para tentar facilitar a vida do pequeno empresário, o acesso ao crédito, por exemplo, ainda é complicado. Entretanto, existem muitas oportunidades nessa fase de mudanças tão intensas”, explica.
Para o especialista, é fundamental prestar atenção em quatro eixos:

Financeiro:

  • Não misture as contas pessoais com as da corporação;
  • Encontre um banco digital para fugir das altas tarifas;
  • Tenha uma previsão de capital de giro;
  • Busque um financiamento adequado e compreenda bem as taxas e o prazo.

Mercado:

  • Tenha muito clara a sua proposta de valor;
  • Identifique seus clientes potenciais e vá expandindo devagar;
  • Conheça bem os seus concorrentes;
  • Procure inovar.

Estrutura:

  • Não exagere, pois estamos na “terra da incerteza”;
  • Tenha bons fornecedores e parceiros;
  • Busque prazo de pagamento para ajudar no fluxo de caixa.

Estratégia:

  • Comece por um bom plano estratégico;
  • Conte com a experiência de outros profissionais ou consultores, pois assim o caminho de aprendizado fica mais curto.

O e-commerce

Em agosto de 2021, o Brasil registrava 1,3 milhão de lojas on-line e um crescimento anual de 40% na expansão do e-commerce, segundo o PayPal. Porém, é preciso uma estratégia para se diferenciar da concorrência, desde a divulgação de produtos, até a logística de distribuição e o suporte no pós-venda.
Nesse sentido, o CEO da Signa, Franklin Bravos, cita cinco livros para aprender mais sobre o assunto:

1. Satisfação Garantida – Tony Hsieh: para conquistar e fidelizar clientes, é necessário investir na satisfação do consumidor. No livro, o autor aborda questões sobre Customer Success (CS). “Traz a lição de como o sucesso está totalmente ligado às condições oferecidas ao comprador. Isso ajuda na construção de vínculos”, acrescenta Bravos.

2. A Loja de Tudo: Jeff Bezos e a Era da Amazon – Brad Stone: se você procura uma dose de inspiração, essa leitura poderá fazer sentido. A obra traz depoimentos inéditos de amigos, familiares, colaboradores e ex-funcionários e descreve os movimentos do empresário até a Amazon se tornar uma das companhias mais poderosas do mundo.

3. Por dentro do Alibaba – Porter Erisman: entender como administrar um comércio virtual e aprender técnicas de vendas pode ser descomplicado. O autor foi um dos primeiros funcionários ocidentais do Alibaba e chefe da área de relações públicas e marketing internacional.

4. Sem Limites – José Eduardo Costa: a história da Netshoes: “A obra conta como foi a migração da loja de rua para o meio eletrônico, os principais desafios enfrentados e insights sobre como integrar o varejo físico e virtual”, explica o CEO.

Portanto, aprenda com os melhores do setor e siga as recomendações. Dessa forma, você realizará seus sonhos e alcançará suas metas. Se busca estagiários e aprendizes para te acompanharem nessa missão, entre em contato com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe