O ano de 2022 chegou e com ele a necessidade de implementar mudanças nos pontos falhos de 2021. No ambiente de trabalho, porexemplo, muito se falou sobre a importância da diversidade e da inclusão no mundo corporativo e uma boa cultura organizacional alinhada ao propósito da entidade. Sendo assim, esses são fatores de atenção para essa próxima jornada.

Pontos de atenção

Para o empreendedor Leandro Otávio Sobrinho, um objetivo claro pode trazer vários benefícios para uma entidade. “Ter clareza da finalidade da marca traz o engajamento de toda a equipe, além do reconhecimento dos clientes. Com isso, a tendência é as pessoas buscarem estreitar os vínculos, criando uma relação duradoura”, revela.

Afinal, antes de simplesmente se dizer algo, é preciso realmente ser. "Além de falar sobre diversidade, é preciso potencializar a inclusão. Muitas companhias entendem esse novo momento, mas nem sempre sabem como ou por onde começar”, pontua a CEO e fundadora da Newa, Carine Roos.

Segundo estudo da DDI, empresa de análise e pesquisa, e a Ernst & Young (EY), organizações múltiplas em seus quadros de funcionários têm um aumento de 30% no lucro. Ademais, é uma característica impulsionadora de um ambiente inovador.

Pensando nisso, Carine elencou algumas dicas para promover uma rotina interna mais abrangente nessa nova fase. Veja:

Ambiente: tente olhar para dentro do espaço físico do escritório e ver se o cenário está adequado para receber pessoas com deficiência, por exemplo.

Mudança nas lideranças: colocar cada vez mais mulheres e grupos minorizados em posições de lideranças, fazem vivências e perspectivas serem respeitadas e colaborem na tomada de decisões.

Treinamentos: capacitações sobre temas acerca da pluralidade e motivação deveriam ser obrigatórios. Afinal, entender as diferenças de toda a sociedade é essencial.

Estímulo: os cooperadores precisam se sentir estimulados para compreenderem seu papel nas instituições. Por isso, traçar metas respeitosas e mostrar para os membros o quão são importantes para a operação é fundamental.

Conexão: o acolhimento e o cuidado devem ser exercidos diariamente e a longo prazo. Todos os profissionais, independentemente de qualquer fator ou posição, merecem conversas individuais e feedbacks produtivos.

infográfico 03-02-22

Ainda, para Otávio Sobrinho é necessário saber onde se quer chegar e quais as ferramentas primordiais para isso. “O objetivo passa a impactar o mercado quando tem ligação com a identidade da corporação e, de alguma forma, transborda expectativas. Um exemplo recente é o do Facebook, em outubro do ano passado anunciou a mudança do nome da empresa para Meta, direcionando a atenção para a nova estratégia comercial: tornar-se uma entidade Metaverso. Isso impactou diretamente os negócios, fazendo-os olharem para esse universo com muito mais atenção”, relata.

Segundo o empreendedor, esse “alvo” deve guiar o líder e sua equipe. “Se a meta realmente for verdadeira, estará implícita no empreendimento. É gerar algum valor, é o combustível motivacional da companhia”, finaliza.

Acompanhe nosso blog e as redes sociais, pois publicamos matérias diariamente e temos opiniões de diferentes especialistas. Assim, você dá um up na carreira e se destaca no universo corporativo. Assista também ao programa Conexão Ilimitada da TV Nube: importância do RH mais humanizado na crise. Conte com o Nube!                                                                                                                                              

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe