Desde o início da pandemia, os transtornos mentais aumentaram. Após um tempo, a confirmação chegou: quase metade da população mundial considera uma piora na saúde intelectual, no último ano, mostram dados do Ipsos - Especialista em Pesquisa de Mercado e Opinião Pública, no estudo “One Year of Covid-19”. Quando não cuidada de forma adequada, os efeitos têm um impacto negativo como perda da produtividade. Então, profissionais, estagiários e aprendizes, fiquem atentos.

Uma adversidade nova

Mesmo com todos os distúrbios existentes, surge um novo fenômeno: o languishing. Essa é uma sensação de apatia de difícil definição, está entre felicidade plena e tristeza angustiante. Na tradução da palavra o significado é “abatimento” ou “apagamento”, mas no contexto da língua inglesa, trata-se do meio do caminho. Muitos não conhecem a expressão, mas podem ter se sentido assim.

No ambiente corporativo as consequências do isolamento e dos desdobramentos do Covid-19 também chegaram. Assim, muitos indivíduos estão com depressão, níveis elevados de estresse e Burnout e a outra parcela, com sensação de vazio. Essas são algumas observações da doutora Ana Carolina Peuker, psicóloga, CEO e fundadora da Bee Touch.

Então, como esse é um assunto novo, a especialista apontou alguns indícios para ficarem em alerta. Veja:

infográfico 28-01-22

1 - Sentimento de “esvaziamento”
A crise sanitária global tem agravado esse quadro. “Não conseguir planejar o futuro é perturbador e gera mais ansiedade nos indivíduos, acabando com a ilusão da possibilidade de controlar as coisas. Ainda a necessidade de rápida adaptação é exaustivo, pois as pessoas ficam em alerta contínuo. Isso é a responsável por causar o sentimento de culpa, esvaziamento emocional e frieza”, diz a CEO.

2 - Não se sente feliz e nem triste
Existe quem não se encaixa no quadro de depressão, pois tem energia para tarefas do dia, mas está longe de estar satisfeito com a vida. “Esse é um sintoma muito comum, praticamente invisível, mas os tratamentos são destinados aos transtornos já existentes”, analisa Ana. Por isso, é uma fase difícil e de adaptação, inclusive, para quem já está em terapia com um profissional capacitado.

3 - Não conseguir ter uma visão positiva
Quem apresenta languishing não tem a dimensão positiva do futuro, apresentando padrões mais negativos e falta de perspectiva. “Isso poderia ser definido como uma visão ‘embaçada’ do amanhã, uma sensação de estagnação. Se no Burnout a sensação é de um motor pifado pelo ‘superaquecimento’, nesse distúrbio é como se só pegasse ‘no tranco’, complementa a psicóloga.

4 - Se sentir desmotivado no trabalho
Na rotina laboral, uma coisa importante é o sentimento de progresso. Contudo, essa nova adversidade é acompanhada da desmotivação e, aos poucos, leva à perda de produtividade. “Assim, acaba criando um ciclo vicioso e levando para outras áreas da vida, como também a pessoal”, conclui a especialista.

Nesse sentido, aproveitando o Janeiro branco, dedicado à discussão da saúde mental, é importante falar sobre como evitar esses desarranjos. “Por ser o primeiro mês do ano, muita gente escolhe o período para criar novas metas, por exemplo. Por isso, torna-se essencial falar sobre as férias. Ela é peça-chave para trazer esse tempo de parada para o colaborador retomar de forma saudável e feliz”, expõe a diretora de people e compliance na Micromed S.A, Renata Martins de Oliveira.

Para ela,é preciso aproveitar esse tempo de descanso em casa direito. “Anote filmes, séries, livros, por meio de comentários na Internet ou dicas com os amigos. Faça suas escolhas, mas sem cobrança em realizar esse planejamento, evitando frustração. Afinal, o objetivo principal é exatamente ter um período ‘livre’ para esvaziar a mente. A ideia é relaxar, renovar”, finaliza a dirigente.

Portanto, cuide de você e do seu bem-estar. Acompanhe o nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e temos opiniões de diferentes especialistas. Dessa forma, você se destaca no universo corporativo. Conte com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe