Novos vazamentos de dados são identificados diariamente e afetam muitas pessoas, inclusive estudantes, estagiários, aprendizes e CLTs. Conforme levantamento realizado pela Axur, líder em monitoramento de riscos digitais, apenas no segundo trimestre de 2021, o Brasil registrou 181,5 milhões de credenciais expostas na Internet. Um número preocupante se levarmos em conta as métricas crescentes. Todavia, isso nos traz alguns questionamentos: como preservar nossa privacidade? 

É preciso estar atento à sua escolha de senha

De acordo com o relatório anual da Kaspersky, nos oito primeiros meses de 2021, os ciberataques contra empresas e usuários subiram 23%, se comparado com o mesmo período de 2020. O “Panorama de Ameaças 2021” trouxe os 20 malwares mais populares do momento, totalizando 481 milhões de tentativas de infecção, uma média de 1.395 bloqueios por minuto. 

Mesmo com os dados alarmantes, muitas pessoas ainda usam “123456” ao se cadastrar. Segundo o ‘Relatório de Vazamentos de Dados’ da Axur, referente aos meses de julho a setembro, essa sequência foi utilizada por quase dez mil usuários nesse mesmo período. Além disso, outras continuidades semelhantes estão entre as dez mais aplicadas. 

Ademais, em alguns tipos de ataques, tais como o criptoanalítico Brute Force ou busca exaustiva de chave, na qual todos os códigos são testados até encontrar o correto, senhas com apenas números, mesmo de até nove dígitos, são descobertas e invadidas em menos de um minuto. 

Para Gabriel Tetzlaf Mansano, desenvolvedor pleno na CI&T e discente de ciências da computação na Unesp (Universidade Estadual Paulista), isso é um fato decisivo. “Elas, com certeza, são um dos principais motivos para facilitar esses golpes. Além dos números básicos, nomes de animais de estimação ou datas marcantes para você são muito fáceis de serem quebradas com engenharia social. Então, é muito importante estar atento à escolha.” 

Consoante a Mansano, um dos motivos para essa explosão de investidas diz respeito à adaptação ao remoto. “Como as pessoas começaram a usar cada vez mais os ambientes virtuais para se comunicar, houve essa crescente, pois os hackers têm a visão de procurar por vulnerabilidades”. Uma coisa é certa: quanto mais dispositivos conectados, maiores alternativas de invasão. 

Dicas para proteger suas senhas 

Com o objetivo de tornar a web um lugar mais seguro, a Axur disponibiliza um serviço gratuito chamado MinhaSenha, na qual os internautas podem checar de maneira rápida se a sua opção já foi vazada. “Por meio da plataforma, mostramos o perigo dos riscos digitais, não apenas para os usuários, mas também para as organizações, nas quais existe a obrigação de proteger qualquer dado do público, além das próprias informações confidenciais”, explica o CEO da Axur, Fábio Ramos. 

No entanto, existem algumas dicas para fortalecer esse ponto, veja a seguir:

- Utilizar letras maiúsculas, minúsculas e diferentes caracteres, como símbolos.

- Atualizações frequentes (mesmo se não tiver ocorrido um vazamento).

- Sempre habilitar a dupla autenticação. 

- Também vale lembrar: aquele papelzinho com todas as senhas anotadas, seja ele físico ou salvo no bloco de notas, por exemplo, não é uma boa ideia. 


Por fim, o Nube reconhece a necessidade de cuidar dos próprios dados para evitar vazamentos, bem como de ter atenção em suas senhas. Inclusive, em nossos sistemas, utilizamos diversos signos para dificultar qualquer invasão. Enfim, continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das atualizações corporativas e conheça nossas redes sociais, contamos com opiniões de diversos especialistas. Não se esqueça: conte sempre conosco!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe