O mundo moderno tem atingido pessoas, ao longo dos anos, com uma série de doenças emocionais. Elas afetam, principalmente, quem têm um nível de exigência e perfeição acima da média. Dedicar-se ao máximo pode até parecer uma virtude, mas em alguns casos uma sobrecarga tem potencial de ser o estopim. Cada dia mais, estudantes, estagiários, aprendizes, gestores e todos os indivíduos são prejudicados por esse mal.

A saúde mental

Com a chegada da pandemia, o tema ganhou ainda mais espaço nos lares e empresas. O avanço da vacinação em massa e as organizações pedindo o retorno dos colaboradores para o trabalho presencial, provocaram uma mudança na rotina. A retomada da vivência profissional em uma nova circunstância é fruto de incerteza para muita gente.

De acordo com a especialista em estratégia de carreira, Rebeca Toyama, é necessário cada um conhecer seus valores para saber quando se trata de um problema emocional. “O estresse criativo acontece quando estamos alinhados com nosso propósito e, nesse caso, fortalece, dá foco e gera aprendizado”, comenta.

Rebeca ainda destaca o aumento do uso de algum tipo de psicoterápico de seus clientes: de 50% para 70%. “Precisamos afastar a ideia de estar meditando no topo de uma linda montanha para ter equilíbrio. Viver na zona de conforto e sem sentido também é prejudicial”, explica.
Para auxiliar nesse sentido, a especialista dá algumas dicas:

  • Tenha clareza sobre quais são seus valores e princípios para conseguir ser resiliente;
  • Seja flexível até o limite pessoal e profissional;
  • Ter objetivos e metas definidas nos ajuda a tolerar o necessário para evoluir;
  • Aprenda a usar a dificuldade para buscar novos desafios;

Burnout é classificada como doença de trabalho

A Síndrome de Burnout passou a ser classificada como doença de trabalho e a medida entrou em vigor a partir de janeiro de 2022. O tema vem sendo tratado com mais seriedade nos últimos meses. “Sintomas como exaustão, seja física ou mental, muitas vezes era ligada ao quanto trabalhamos e não ao como isso está esgotando cada ser humano. Portanto, a utilização do termo ‘Síndrome do Esgotamento Profissional’ ajuda a entender essa patologia”, ressalta o neurocientista Jô Furlan.

Para Furlan, esse problema normalmente é fruto da má gestão da relação intra e interpessoal. “Isso gera um processo crônico e, consequentemente, ocasiona uma diminuição de produtividade”, alerta. Ele ainda destaca como a doença acomete qualquer indivíduo, mas a mulher está mais sujeita a quadros de suscetibilidade sentimental por ser multitarefa, esgota-se com mais facilidade pela sobrecarga de atividades.

A especialista em desenvolvimento pessoal, Daniele Costa, passou por essa situação. Ela cita as características comuns dessa adversidade:

  • Provar o seu valor o tempo todo;
  • Dificuldade em se desligar do emprego;
  • Falta de disposição para relaxar e ter momentos de prazer e lazer;
  • Problemas para socializar;
  • Constante insatisfação consigo e com os outros;
  • Fuga de problemas pessoais e situações mal resolvidas;
  • Mudanças repentinas de comportamento;
  • Humor inconstante.

Para evitar o desgaste extremo, Daniele recomenda ter momentos de conexão consigo mesmo, tirar alguns minutos para olhar para si, seja por meio de uma atividade física, meditação, yoga, alimentação saudável, terapias ou conexão espiritual. “O simples fato de parar e relaxar já leva a outro espaço de reorganização mental”, argumenta.

Portanto, fique atento a esses fatores e cuide de você e todos à sua volta. Busque e ofereça ajuda. É importante ter esse cuidado para alcançar o sucesso! O Nube acredita em você.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram , Tiktok e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe