Desde a chegada da pandemia, adotar ou comprar um animal de estimação se tornou recorrente entre os lares brasileiros. O home office de estagiários, aprendizes e CLTs aproximou as pessoas desses animais e isso alavancou os lucros do mercado pet. A previsão é uma crescente global, afinal, o remoto permite uma maior atenção para os melhores amigos do homem.  

De acordo com um levantamento feito pelo Sebrae, com base em dados da Receita Federal, houve um incremento na abertura desse tipo de negócio em 2021, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Entre os microempreendedores individuais (MEI), o número apresentou um aumento de mais de 46%. Já entre as micro e pequenas empresas, houve uma ampliação de cerca de 39%.  Logo, é possível notar: empreender nesse ramo têm gerado retorno nas métricas. 

Por que o mercado pet cresceu tanto? 

Desde o início da série de pesquisas para medir O Impacto da Pandemia do Coronavírus nas Micro e Pequenas Empresas, realizado pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a partir de 2020, essa área apresentou uma das menores quedas de faturamento.

O gerente-adjunto de competitividade da companhia, Cadu Santiago, destaca sobre o isolamento social ocasionado pela crise sanitária e a adoção do trabalho à domicílio, ambos incidindo diretamente nessa questão. “Já era um segmento forte por si só, vinha com uma tendência de alta antes mesmo da Covid-19, e por ser um dos menos atingidos, acabou motivando empreendedores a investirem”, comenta Santiago.
A CEO da Agência Wine e discente de Comunicação Social da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), Isadora Jales, trabalhou virtualmente em um pet shop e contou sobre suas experiências. “Temos dados comprovando esse crescimento. A fusão das empresas Petz e Zee.Dog é um exemplo dessa realidade. Com a pandemia, as pessoas ficaram em casa e começaram de fato a prestar mais atenção em seus bichinhos”. 

Isso porque, ao adentrar na dimensão cibernética, foi possível explorar muitas ferramentas e acrescentar nos serviços oferecidos pelos negócios. “Esse mercado tem apresentado muitas novidades, principalmente com o incremento do uso das plataformas digitais. Hoje, temos opções 100% on-line, entregando os mais variados produtos de forma grátis e no mesmo dia, em vários lugares do país, como a GoApp.pet”, afirma Isadora. 

De acordo com o gerente-adjunto do Sebrae, inúmeros indivíduos se viram obrigados a empreender para ter uma opção de renda. Entre eles, muitos escolheram esse nicho para começar. “É importante ter um bom planejamento e se preparar adequadamente para se manter, pois, apesar da gradação da demanda, também houve multiplicação da concorrência”, observa.  

Como empreender nesse nicho? 

Ademais, Santiago chama a atenção para os executivos ficarem espertos quanto aos custos, principalmente, com a inflação, por causa do acréscimo das matérias primas. “Banhos e tosas exigem um grande uso de energia, por isso é preciso fazer uma utilização racional desses recursos e priorizar equipamentos mais eficientes.” Isso traz consequências para os compradores, também. “É imprescindível a adoção de medidas para diminuir os gastos e evitar o repasse dos acréscimos para os clientes”, recomenda. 

Outra recomendação do Sebrae é o acompanhamento das predisposições desse ramo, entre elas, destaca-se a parceria com espaços pet friendly, como shopping, organizações turísticas como hotéis e pousadas, restaurantes e centros comerciais. Dessa forma, você conquista um aliado para divulgar seus serviços e se apoiar quando aparecer obstáculos. 

Enfim, outra oportunidade, originada dos Estados Unidos e recentemente instalada no Brasil, é o pet móvel, possibilitando o atendimento onde o consumidor quiser. Vale ressaltar: os veículos são adaptados com todos os mecanismos para a estética e higiene, além do espaço para suporte com o veterinário.

Portanto, uma oferta diversificada é a chave para a prosperidade, afinal, os usuários estão se atualizando e querem sempre mais. Por isso, é interessante inovar, não se limitando à venda de itens comuns, seja explorando opções de beleza, adestramento ou hospedagem. Em primeira instância, o essencial é assegurar a segurança e o bem-estar dos seus protegidos. A confiança dos compradores na instituição pode ser um diferencial competitivo, por isso, vale a pena investir em alternativas variadas, de modo a possibilitar escolhas por parte do seu público alvo. 

Por fim, a CEO traz uma dica para quem quer empreender em 2022. “Acredite em seu porquê e só depois se preocupe com o como. Já é meio caminho andado e ainda terá muito chão pela frente, mas considero esse ponto primordial”. Logo, é possível perceber: é preciso ter força para começar um negócio do zero e estudar as atualidades pode ser uma ajuda nesse processo. 

Não se esqueça: o Nube é seu aliado na sua decisão de carreira! Além disso, diariamente postamos conteúdos para você se informar sobre as tendências do mercado de trabalho, bem como, apresentamos cursos on-line e gratuitos para te auxiliar a alcançar o sucesso profissional. Conte sempre conosco!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram , Tiktok e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe