Há quase dois anos convivemos com máscaras, distanciamento social e home office. Esse último, veio como uma maneira de evitar o contato físico entre as pessoas e acabou virando uma preferência para muita gente. Os funcionários e estagiários mantiveram os resultados com mais conforto e os gestores cortaram gastos. Dessa forma, algumas mudanças feitas nesse período, vieram para ficar.

O trabalho remoto

No Brasil, poucas corporações tinham o hábito do trabalho remoto. Contudo, com a pandemia, se viram obrigadas a operar 100% on-line. Essa situação rara ou excepcional, se tornou realidade para muitos trabalhadores e quem faz estágio. Ou seja, começou como uma estratégia temporária e passou a ser a melhor opção para muitos.

O arquiteto Paulo Renato Alves viveu essa situação. “No começo, quando decidimos desativar o nosso escritório físico, ficamos até receosos. Agora, já estamos consolidados, com toda a nossa equipe a distância e podemos dizer com toda a segurança: nossa empresa nunca produziu tanto”, comenta.

Nube - Pós-pandemia o mundo corporativo não será o mesmo

A Covid-19 realmente fez a grande maioria das companhias brasileiras intensificarem seus projetos de transformação digital. Segundo estudo da Dell Technologies 2020, isso aconteceu com 87,5% dos empreendimentos. O número ficou acima da média mundial, de 80%. Ainda de acordo com o levantamento, 92% das companhias precisaram reinventar o seu modelo de negócio.

Conforme um levantamento da Boston Consulting Group, as organizações mais maduras digitalmente tiveram valorização média de 23% após a crise e, 40% delas, aumentaram suas receitas em mais de 10%. “Nosso faturamento cresceu e também o número de projetos e contratos fechados. Nós também expandimos nossa atuação e passamos a ser procurados por clientes de vários estados e de todas as regiões”, explica Alves.

Outro ponto interessante nessa maneira de atuar é a possibilidade de contar com colaboradores de qualquer localidade. Abre um leque de opções para integrar o seu time. “Podemos contratar gente do mundo inteiro. Aqui temos integrantes da Bulgária, de Portugal e da Bahia. Essa expansão se deu justamente por utilizarmos mais a tecnologia. A questão do espaço físico passou a ser um detalhe”, relata o arquiteto.

Apesar dos bons frutos colhidos, o empresário enfrentou dificuldades no começo. “A principal foi encontrar uma forma de organizar o tempo. Tivemos casos de excesso no horário e isso gerou um pouco de estresse. Porém, em dois meses esse problema começou a ser solucionado com a implementação de alguns softwares de gestão”, relembra.

A opinião dos funcionários

Segundo pesquisa do Instituto Locomotiva, comparando com o cenário anterior à pandemia, 47% dos trabalhadores estão mais satisfeitos com o emprego agora. Especificamente em relação à rotina, 43% deles estão mais felizes. Para o coordenador de vendas do Senac, Gustavo Luis Marcolino, manter esse nível é a grande missão dos dirigentes. “Precisarão aprender a trabalhar com a gestão de times a distância, ou ainda, com a administração de conflitos sem a presença física”.

A opção híbrida também está ganhando espaço nos últimos meses, pois vem se mostrando uma alternativa positiva. Promove a economia de tempo e dinheiro com deslocamento, a segurança de diminuir as chances de contágio da doença, uma rotina mais participativa com os familiares, além da flexibilidade de horário.

Algumas medidas precisam ser adotadas para manter a engrenagem girando e o clima sempre favorável. Por isso, é recomendável ter um bom sistema para o membro realizar as tarefas diretamente de sua residência. Deve-se possuir equipamentos de qualidade, um lugar tranquilo e uma boa conexão de Internet.

Estar sempre em contato com os colegas, interagindo e mantendo a relação também é fundamental. "A condução do grupo virtualmente requer um modelo de liderança mais flexível, proporcionando autonomia e suporte aos comandados. Porém, sem perder o controle e a supervisão de processos e resultados”, complementa Marcolino

Portanto, não fique para trás e mantenha o seu negócio sempre atualizado com as tendências do mercado. Para isso, tenha uma equipe por dentro das novidades e seja capacitada para te levar ao sucesso. Se deseja contar com estagiários para te ajudarem nessa jornada, conte com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe