Conforme avança a vacinação e diminuem, consequentemente, as restrições impostas pela crise sanitária de Covid-19, as empresas e colaboradores passam a se preparar para a volta aos escritórios. Com isso, os gestores não podem deixar de lado os cuidados com a saúde dos funcionários.

A retomada aos escritórios

Segundo um estudo feito pela Dimep, 62,1% das corporações pretendem retornar ao modelo presencial. Já o regime híbrido, será adotado por 30,1% das instituições, ou seja, parte do time em casa e a outra na companhia. Sendo assim, novos hábitos serão adotados daqui para frente.

Entretanto, mesmo com a retomada parecendo algo tranquilo a se fazer e com a ansiedade de muitos para voltar a conviver pessoalmente com os colegas, é imprescindível manter a segurança de todos neste momento. Estamos caminhando para voltar ao normal, mas algumas mudanças serão necessárias. Afinal, precisamos garantir a proteção do coletivo.

"Para começar, deve ser exigido o ciclo de imunização completo. No entanto, a vacina não impede a contração e transmissão da Covid-19 e, por esse motivo, outros métodos também devem ser adotados. Tais como a higienização do ambiente, o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento entre os trabalhadores", explica o chefe de recursos humanos da 3778, Rodrigo Malucelli.

Além disso, é importante nos atentarmos também à saúde mental. Os conflitos causados pela pandemia, certamente, refletirão no cenário corporativo. Voltar de uma vez aos ambientes físicos de serviço, sem um comunicado prévio ou pesquisas internas para saber o desejo das pessoas, pode ser ineficaz.

"Estamos há quase dois anos no home office. Ele nos foi imposto do dia para a noite, sem preparo algum e precisamos nos adaptar. Agora, com os pronunciamentos de retorno por parte dos gestores, passaremos por adequação novamente. Então, começam a surgir questionamentos como a incerteza de readaptação, o uso de transportes públicos lotados, o tempo de deslocamento e o encontro com novas pessoas”, ressalta Malucelli.

O cuidado com a saúde mental

Será necessário tornar as instituições cada vez mais humanas e inclusivas. Dessa maneira, folgas, terapias, horários flexíveis, apoio psicológico e financeiro, entre outros, ganharam força e tornaram-se atrativos utilizados para conquistar e reter talentos. Esses cuidados ganharam o devido reconhecimento e devem ficar para sempre.

"Colaboradores estão mais exigentes e buscam trabalhar em lugares com esse olhar humano e, consequentemente, vemos companhias preocupadas em como motivar e atrair para voltarmos à rotina, por isso os benefícios têm sido tão valorizados", comenta a diretora de recursos humanos do Grupo Adecco, Lúcia Santos.

Além disso, é primordial cuidar para as instalações estarem adequadas e priorizar a saúde e o bem-estar das pessoas. Estruturas como banheiros, cozinha e iluminação devem estar em boas condições de uso. As práticas de segurança do trabalho e ergonomia são importantes para assegurar ao colaborador uma qualidade de vida no emprego. A preocupação real e verdadeira de manter o time saudável é um ponto positivo e não se prender apenas às obrigações trabalhistas.

Lúcia ainda chama a atenção para a relevância de uma boa comunicação interna. “Quando a informação circula de forma adequada, as conversas paralelas e desencontradas perdem a força. O RH também precisa promover ações para gerar felicidade e satisfação dentro dos empreendimentos, mas não deve ser prioridade apenas da área”.

Para isso, as lideranças podem realizar algumas ações, como por exemplo:

 

Ser exemplo em questões de horário: se você não cumprir a jornada de trabalho estipulada, os membros da equipe irão fazer a mesma coisa;

Manter a equipe atualizada: qualquer mudança ou direcionamento da direção deve ser comunicado ao time o mais rápido possível para ninguém ser pego de surpresa;

Incentivar o relacionamento entre as pessoas: favoreça momentos para falar sobre assuntos não diretamente relacionados ao trabalho. Conversas mais informais são extremamente valorizadas e criam vínculos entre as pessoas;

Respeite pausas e incentive o descanso dos colaboradores: sabe aquele momento para levantar da mesa e beber uma água ou um café? Essa prática auxilia no relaxamento e, como consequência, ajuda na concentração e na agilidade para conclusão de tarefas.

Compartilhe vulnerabilidades: é o único caminho para estabelecer conexões com os colegas. Falar sobre suas dificuldades e dividir essas situações faz todos se sentirem “no mesmo barco”, proporcionando um clima mais acolhedor.

Portanto, fique de olho e tome os devidos cuidados nessa retomada. Respeite o tempo de cada um e mantenha a segurança de todos. Cuide de você e do seu staff!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe