Segundo um estudo da Spring Professional, os negócios de tecnologia permanecem com ritmo elevado de contratações desde a pré-pandemia, totalizando 23%. Isso demonstra uma tendência, as profissões estão caminhando para terem uma presença cada vez mais intensa no mundo digital e quem não se adapta está fadado a se tornar obsoleto. Tendo isso em vista, entender as circunstâncias por trás dessa evolução é imprescindível para fazer parte dessa realidade. 

As métricas são favoráveis para os segmentos de tecnologia

Conforme o mesmo levantamento, o setor registrou um aumento de 20% a 30% nas médias salariais das profissões com maiores demandas. Consoante à Maria do Socorro Nunes, head de operações da AP Interactive, essa condição fica na "contramão de tantas demissões em outros setores da economia nacional”. Ademais, especialistas acreditam na alta das carreiras digitais pelos próximos anos, em virtude da aceleração da transformação provocada pelo coronavírus. 

Quanto às mudanças do mercado de trabalho, as organizações buscam por experts com experiências em vários ramos de atividades. De acordo com Pedro Henrique Potenza, estagiário de desenvolvimento de sistemas e discente de ciência da computação na Unesp - Universidade Estadual Paulista, campus de Rio Claro, para se adequar às premissas impostas “é sempre bom ter foco em uma habilidade específica, pois te torna mais competente. Porém, é necessário uma base geral para conseguir sempre encontrar a melhor solução.” Logo, é possível perceber a exigência gradativa dos empreendimentos na procura por novos talentos. 

Com o objetivo de uma transição assertiva do colaborador para a dimensão digital, é preciso garantir uma adaptação junto à equipe, aos mecanismos utilizados e aos clientes atendidos. De acordo com Maria, para isso, “os contratados devem passar por um programa de educação voltado para o ‘novo’.” Ou seja, é imprescindível treinamentos com o intuito de capacitar e tornar essa adequação mais satisfatória em todo o processo. 

Para o discente da Unesp, o aprendizado empírico é um diferencial nessa área, o estágio tem colaborado para o seu crescimento na carreira. “Afinal, é comum a crença de não se aprender a programar na faculdade, mas sim trabalhando. Computação é ensinada na prática constante.” Assim como diversos outros softwares essenciais para o desenvolvimento de dezenas de tarefas on-line, gradativamente mais presentes no cotidiano.  

O home office é prova dessa tendência 

Ademais, é recorrente perceber o adentramento gradual de diferentes segmentos a essas inovações. Um exemplo latente veio com a Covid-19. Para seguir os protocolos de segurança e manter o distanciamento social, diversas instituições precisaram ajustar suas operações para o remoto. Conforme um levantamento desenvolvido pela Betania Tanure Associados (BTA), 43% das empresas brasileiras aderiram a esse modelo. 

Globalmente, é evidente essa aceitação. O CEO do Twitter, Jack Dorsey, liberou boa parte de seus colaboradores para operar de casa, por tempo indeterminado. “Abrir os escritórios será uma decisão nossa. Já a escolha de voltar, e quando quiser, caberá aos funcionários”, afirmou Dorsey em um comunicado, revelado pelo BuzzFeed. 

Com a vacinação em massa e as estatísticas mais otimistas, é perceptível a força da prática. Há vários motivos para acreditar em sua permanência mesmo após o fim desse período turbulento. No caso de Potenza, sua vaga é completamente digital, independente do momento. Além disso, os dados colhidos pela Pulses comprovam um aumento na produtividade, 78% dos profissionais se sentem mais motivados exercendo suas funções remotamente. Esse é apenas um dos benefícios de trabalhar em domicílio. 

Embora o home office não vire a única modalidade de trabalho existente, sua predisposição é estar cada vez mais presente nas entidades, com um sistema mais flexível, até mesmo híbrido. Para a especialista, “o mercado vem se transformando muito rápido e se reinventar já faz parte da rotina dos mais bem infomados”. Por isso, é imprescindível estar atento às tendências corporativas, de modo a se encaixar em qualquer novo padrão. 

Por fim, o Nube é seu aliado nessa! Diariamente compartilhamos conteúdos para enriquecer suas competências e te ajudar a trilhar o caminho do sucesso, estando por dentro das novidades tecnológicas. Ademais, aqui você encontra a vaga ideal para o seu perfil, seja ela presencial ou não. Fique ligado e conte sempre conosco!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe