Desde o início da pandemia, milhares de pessoas precisaram adaptar suas rotinas presenciais para a segurança do home office. Embora o termo traga algumas vantagens, como a ausência de deslocamento, por outro lado também afeta diretamente na qualidade de vida do indivíduo, sobretudo na sua saúde mental. Por causa disso, elencamos algumas dicas para diminuir a ansiedade e demais sentimentos negativos, com o intuito de tornar o seu desempenho ainda mais satisfatório. 

Saúde no home office

Em março de 2021, o Journal of Occupational and Environmental Medicine publicou um estudo, no qual foi observado um declínio na saúde dos entrevistados. Todos já haviam completado a transição para o on-line e demonstraram fatores estressores semelhantes, como mudança de hábitos alimentares e dos relacionamentos interpessoais. 

Ainda, conforme uma pesquisa do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP), essa modalidade aumentou em 65% a jornada de trabalho dos brasileiros e as mulheres foram as mais afetadas, isso se deve às tarefas corporativas, domésticas e o cuidado com os filhos. Entre elas, 34,9% relataram sintomas de ansiedade. 

Consoante à Luciana Ribeiro, graduada em medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e também gerente de Growth do Grupo 3778, “foram mudanças significativas, impactaram em toda a rotina familiar, desde lidar com as crianças em casa até aprender a gerenciar o próprio horário”. 

A discente de Teatro na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), Luisa Boura, hoje atua como consultora no Grupo Hinode e compartilha sua experiência quanto ao trabalho remoto: “eu faço muitas reuniões e apresentações virtualmente. Pela instabilidade da Internet, muitas vezes fico aflita, por ser um problema fora do meu controle”. Logo, as incidências possuem origens distintas e vão, inclusive, muito além do  próprio domínio do indivíduo.

Para os empreendimentos conseguirem concernir sobre essa questão, a líder completa: “as corporações devem, se possível, estabelecer diretrizes e orientar boas práticas, estimulando costumes saudáveis e estando sempre alerta quanto aos sinais de desgaste do colaborador”. 

Como melhorar o home office

Um estudo desenvolvido pelo LinkedIn escutou mais de dois mil profissionais e trouxe conclusões: 62% dos participantes se sentem mais estressados e ansiosos e 39% mais solitários. Para neutralizar o avanço dos dados e reverter esse cenário, existem algumas recomendações para construir um dia a dia mais leve e adequado às suas necessidades. 

Além do mais, a médica trouxe outra sugestão nesse sentido. “O Ministério da Saúde publicou, em 2021, o Guia de Orientações Ergonômicas para o Trabalho Remoto, com indicações importantes não só para o ajuste estrutural do local de ofício em casa, como também tópicos relevantes para manter a saúde física e mental.” Logo, é notável: o espaço de ocupação precisa ser diferenciado e pré estabelecido, de modo a instituir limites no expediente. 

Um dos pontos positivos do presencial se deve ao fato de chegar no escritório e conseguir identificar o ambiente determinado para a realização dos serviços. Em domicílio, essa distinção fica menos clara, afinal, tudo é feito no mesmo lugar. Ainda, evite exercer suas demandas em zonas de descanso, como a cama e o sofá. Saber diferenciar os momentos entre produção e relaxamento é a chave para driblar o esgotamento e a confusão mental. 

Por fim, Luciana ressalta acerca de questões ligadas ao bem-estar pessoal, contribuindo diretamente no empenho corporativo. “Uma alimentação saudável com pausas programadas, hidratação adequada, atividades de distensionamento e alongamentos durante a rotina de trabalho, prática regular de exercícios físicos e mindfulness são fundamentais para um desempenho mais produtivo e feliz”. 

Ademais, é importante ressaltar: não abra mão do lazer. Se antes ele já era essencial, agora sua pertinência foi intensificada. Afinal, estímulos negativos aumentam em períodos incertos, então é necessário cuidar da sua diversão. Por que não dedicar uma parte do seu dia para fazer algo tranquilo e relaxar? 

Semanalmente, o Nube traz uma curadoria de exposições, museus e galerias de arte para você engrandecer seu repertório cultural. É um ótimo momento para respirar enquanto enche seus olhos com as belezas artísticas ao redor do mundo. Quer conhecer os museus mais curiosos e peculiares do globo? Clique aqui!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe