Todo mundo sonha em ser bem sucedido em sua profissão e, desde o início, tenta dar o seu melhor para um dia alcançar esse objetivo. Para isso se concretizar, é necessário ter planejamento, conhecimento e boas práticas. É preciso ser estratégico nas decisões de longo prazo, sem deixar as prioridades de agora. Nesse sentido, muitas pessoas têm atitudes equivocadas em determinados momentos e isso pode atrapalhar o futuro.

A ascensão na carreira

O sucesso na carreira não é uma ciência exata e previsível. Existem profissionais muito bem formados academicamente e estagnados, assim como outros com os mesmos cursos dispararam em sua jornada. Ou seja, não basta possuir apenas uma boa base acadêmica para ter êxito na área corporativa. Existem outros fatores a serem considerados e uma postura para seguir.

“Querer impor sua opinião sobre as outras, pensar em uma promoção em pouco tempo, esperar todas as respostas, se sentir insubstituível, ser prepotente, falar muito e escutar pouco. Essas são atitudes não recomendadas em todos os níveis de carreira e, para quem está começando, pode ser completamente destrutivo”, aponta a professora de Soft Skills do ISAE Escola de Negócios, Cristiane Ribas.

Tudo começa com a escolha da faculdade e consequentemente de qual rumo deseja seguir. Continua com cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado. Geralmente, essas qualificações, depois de alguns anos, trazem melhores resultados, reconhecimento e bons salários. Contudo, como já foi dito, apenas o diploma não é suficiente. É preciso harmonizar essas competências com boas experiências e características pessoais, como as soft skills.

Entretanto, junto com isso, deve-se demonstrar qualidade no trabalho, ser consistente e, se possível, superar as expectativas de seus gestores ou das companhias para as quais trabalha. Sem isso, não adianta ter uma boa formação. O resultado na prática é fundamental para subir degraus até chegar ao cargo dos sonhos.

“É importante se atualizar sempre. Se para alguns, é a busca de aperfeiçoamento dos conhecimentos técnicos; para outros, significa melhorar o relacionamento interpessoal, trabalhar em equipe, falar em público ou controlar o seu temperamento. “Aos 33 anos, às vésperas de ir para os Estados Unidos, para o meu MBA, já havia trabalhado em vendas, compras, logística e presidido uma missão religiosa por três anos. Porém, tirei proveito disso”, conta o professor e palestrante Danilo Talanskas.

Vários profissionais se perdem nesse caminho, em busca de uma vida melhor. Dessa forma, não se especializam em nada e, por isso, não conseguem se destacar. O imediatismo é o grande culpado nesse sentido. “Ter humildade é essencial, principalmente no início, quando você tem muito a aprender. Os feedbacks também são muito bem vindos para melhorar cada vez mais”, complementa Cristiane.

“Já tive um funcionário excelente na área de marketing. Aos 40 anos, cursou a faculdade de direito, abriu um escritório de advocacia e hoje é muito bem sucedido. Isso geralmente exige um cuidadoso planejamento financeiro e emocional, mas ele conseguiu fazer a transição, começando do zero”, relembra Talanskas.

A transição de carreira

Em pesquisa do Núcleo Brasileiro de Estágios - Nube, com 26.012 respostas, foi perguntado: “se pudesse mudar de carreira, se sentiria confortável?”. Apenas 28,8% escolheram a opção “não mudaria, estou feliz com minha escolha”. A alternativa mais votada, com 36,41% foi “com certeza, o mais importante é ser feliz com o nosso trabalho”. Muitas vezes, escolhemos um segmento e depois vem a insatisfação. Nesse caso, não se deve ter medo de arriscar.

O desenvolvimento e a troca de comportamento são fatores presentes e constantes no dia a dia das pessoas. O avanço da tecnologia e o processo de transformação digital têm levado a inúmeras quebras de paradigmas. A ideologia de idade, por exemplo, é algo ultrapassado e, no lugar disso, a evidência do conhecimento e habilidades técnicas têm ganhado mais importância.

Portanto, se dedique, evolua suas competências e tente aprender sempre. Dessa forma, você tem tudo para alcançar seus objetivos. Se deseja iniciar sua trajetória como estagiário ou aprendiz, veja as vagas disponíveis no site do Nube.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe