Para ter um dia produtivo, não é necessário apenas trabalhar ou estudar. Você não precisa cortar o lazer, abrir mão de momentos com a sua família e nem reduzir horas de sono. Aliás, é justamente essa é a recompensa para quando rendemos melhor. Você tem feito essas coisas? Se quer saber como, veja nesta matéria!

O CEO da Ummense.com, Raul Sindlinger, explica. “A gestão eficiente começa com a eliminação das coisas inúteis. Elas são: as não produtivas, relaxantes, divertidas, mas tomam preciosas horas do seu dia e te mantém ocupado impedindo de ter mais qualidade de vida”.

Como melhorar sua produtividade?

Segundo Sindlinger, os “ladrões do tempo”, drenam sua agenda e a energia do seu dia, te fazem viver ocupado e cansado. Sem necessariamente ter resultados efetivos com isso. São eles: procrastinação, se dedicar a tarefas sem propósito, não delegar ou centralizar todas as atividades, processos mal otimizados ou muito burocráticos, interrupções durante a jornada do trabalho, falta de organização e distrações com alertas de notificações das redes sociais.

Tempo é mesmo dinheiro? Para o especialista, trata-se apenas de uma tentativa de criar senso de urgência e precificar seus minutos. Contudo, essa visão tem o malefício de colocar a moeda como um propósito. A falta de planejamento é outra adversidade significativa. A tão conhecida regra de Pareto, nos alerta para esse problema e nos dá a solução. Ela diz: 80% dos esforços geram apenas 20% dos resultados e 20% dos esforços geram os outros 80% dos resultados.

O CEO aconselha o investimento em ferramentas de gestão. “Boas intenções e o efeito de discursos motivacionais não costumam durar mais de uma semana. Com a aplicação desses instrumentos, a empresa pode padronizar e otimizar processos, visualizar e gerenciar as tarefas e projetos. Também evita reuniões desnecessárias e interrupções”, finaliza.

O impacto do home office

A pandemia e, consequentemente, o isolamento social, obrigaram a adoção do home office para a engrenagem continuar girando. Muitas adequações foram realizadas para transportar os escritórios para dentro de casa. As respostas foram positivas e muitas pessoas não se veem voltando ao formato anterior. No entanto, surgiu também uma nova preocupação: a falta de limite de horário e sobrecarga nos funcionários.

De acordo com o CEO da Bullseye Executive Search, Jorge Martins, esse comportamento pode ser muito prejudicial como um todo. "O excesso afeta a saúde do colaborador. Esse é o fato mais relevante e importante, pois os empregos não deveriam impactar negativamente o bem-estar de ninguém. Além disso, interfere diretamente na entrega final da companhia".

O termo “Produtividade Tóxica” não é algo recente, mas ganhou destaque com a Covid-19. Segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - Dieese, 70% dos brasileiros dizem estar com cargas mais altas em 2020 e 2021. Isso acontece pela redução de equipes com metas cada vez mais rigorosas e, também, pela insegurança causada pela crise. Sendo assim, funcionários atuantes sentem a necessidade de entregar mais para manter seus cargos a salvo. "Isso pode levar à exaustão", complementa Martins.

Com o modelo remoto, a maioria acaba confundindo as coisas e sente uma obrigação em responder às demandas a qualquer hora. "Muitas vezes, é preciso lidar com tarefas domésticas ou resolver problemas pessoais. Não há um descolamento de espaço físico. Tudo acontece ao mesmo tempo, misturando essas relações, mais separadas em outros tempos. Sem essa barreira, a nossa saúde mental está sendo colocada à prova todos os dias", reflete o especialista.

Para ele, o melhor caminho é uma sensatez de mão dupla. Dos funcionários identificarem e demarcarem seu expediente e descanso, bem como os chefes das equipes, perceberem sinais de um membro exacerbado. "A partir de certo ponto, começa um sentimento de culpa quando estamos relaxando. Porém, o corpo e a mente precisam disso para desenvolver a criatividade e o equilíbrio", finaliza.

Portanto, não exagere nos seus ofícios e desfrute dos momentos de folga. Dessa forma, você conciliará melhor e terá mais sucesso. Seu cérebro precisa disso para funcionar como deseja.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe